Questão de Senhorio

Meditação do dia 10/04/2017

Jr 45.5 procuras tu grandezas para ti mesmo? Não as procures; porque eis que trarei mal sobre toda a carne, diz o SENHOR; porém te darei a tua alma por despojo, em todos os lugares para onde fores.

 Questão de Senhorio – Esse título da meditação de hoje sugere que estou sendo bastante educado e suavizando os termos para não parecer Jason mesmo, mas a idéia mesmo seria: “Quem é que manda em quem e em quê?” Por outro lado, o Senhor sempre nos atrai com amor e bondade e revela o quando ele valoriza cada um, ainda que não consigamos nos ver como tal, ele vê e nos trata como gente importante, que merece atenção e cuidado como alguém é nada mais nada menos do que filho do Todo-Poderoso. No caso aqui, Baruque, o fiel escudeiro de Jeremias, que passou poucas e boas no exercício da sua função e viu tudo desabar e mesmo não sendo diretamente responsável, ele e o amado profeta estavam vagando como peregrinos exilados, quando o rei da Babilonia lhes havia dado salvo-conduto e liberdade para ir e vir onde e quando lhes conviesse. Ele lamentou em oração e Deus deu-lhe atenção, carinho, conforto e instrução, dedicando-lhe um precioso capítulo de sua Palavra só para lhe falar ao coração. Também ele foi instruído para as coisas pela ótica divina e não sofrer com emoções descontroladas, lamentado por cidades e terras arrasadas e pessoas em sofrimento, como se agora todos fossem inocentes e ou talvez “não precisava ser tãããoo duro assim!” No verso anterior ao destacado, é como se ele houvesse sido chamado no escritório do chefe, que soubera ou recebera sua reclamação: Assim lhe dirás: Isto diz o Senhor: Eis que o que edifiquei eu derrubo, e o que plantei eu arranco, e isso em toda esta terra (v.4). É comum colocarmos nossas emoções, nossas preferencias e até tomamos atitudes arrogantes dizendo a ao Senhor o que não é da nossa conta, como se soubéssemos de tudo e no controle de tudo. Desafiar alguém como o Senhor nosso Deus, é muita pretensão e insensatez humana. No afã de proteger interesses que julgamos ser “nossos” fazemos essas coisas ruins. Tudo o que temos, que somos, que podemos fazer, já pertencem a Deus por entrega voluntária, quando o constituímos como Senhor de nossas vidas; Ele é SENHOR DE TUDO! Então esbravejar ou choromingar ou reagir em atitude de confronto, porque Deus agora mexeu com “a minha família,” o “meu ministério,” a “minha reputação,” os “meus direitos…” Olha, para começo de conversa, o único direito que o servo tem é de não ter direitos; se ele tem direitos, então não é servo, se é servo, não tem direitos, eles pertencem ao seu Senhor. Foi exatamente o que Baruque ouviu; vou te dar sua alma como presente, despojo, não vai morrer e nem ser exterminado, por onde quer que for, por quem e por qual motivo for, você será preservado e fique satisfeito. Alguém aí que está lendo isso, acha que merece mais do que isso? Deus não pode dispor de sua vida, dons, talentos, recursos quando ele entender e como entender? Acha que tá com essa bola toda? Quem é quem no pedaço?

 

Senhor, a tua graça nos basta, e isso não é apenas uma frase cheia de efeitos e com ares de humildade. Quem te conhece, sabe o que isso significa, e obrigado por sua graça e generosidade para com minha vida. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s