Rebeca, Uma Mulher Determinada

Meditação do dia 09/03/2019 

E disseram: Chamemos a donzela, e perguntemos-lho. E chamaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irás tu com este homem? Ela respondeu: Irei.”  (Gn 24.57,58)

 Rebeca, Uma Mulher Determinada – A vida proporciona muitas oportunidades de aprender por meio da observação e fazer uso de conhecimento de uma área para aplicar em outras que produzem bons resultados. Quando dirijo por rodovias, sempre vejo uma placa educativa de transito que me trás um tipo de aprendizado que faço uso em outras áreas da minha vida; trata-se de “NA DÚVIDA NÃO ULTRAPASSE.” Literalmente ela adverte aos motorista para evitarem uma ultrapassagem arriscada; assim, na dúvida, melhor não ultrapassar; primar pela segurança. Esse ensinamento pode ser levado para muitas áreas da vida, pois havendo dúvidas não é aconselhável tomar decisões importantes. Quando se trata de questões de alta relevância, pode haver qualquer margem para dúvida. É preferível não ter mapa nenhum do que ter o mapa errado. Fortuitamente posso chegar a um destino sem um mapa, mas com o mapa errado, certamente não. Já presenciei casamentos contraídos com mais dúvidas do que certezas e fatalmente o resultado é predominantemente fracasso ou infelicidade geral. Algumas inseguranças levam a decisões ruins e algumas delas incorrigíveis depois. Então pesando na nosso Rebeca, embora não tenhamos muitas informações sobre sua vida, até essa ocasião, entendemos que ela tinha uma proposta de vida muito bem definida e sabia do que queria e dos esforços para atingir seus objetivos. É inusitado para qualquer um de nós, ver uma moça inteligente, sensata, de boa família, precipitar-se em aceitar uma proposta de casamento, de um representante do noivo, que ela nunca vira ou se quer tinha conhecimento, tudo isso dentro do espaço de tempo de um por do sol ao raiar do dia seguinte. Todos nós já vimos e ouvimos falar de histórias de amor à primeira vista, paixões fulminantes entre pessoas no primeiro encontro e que levam para um compromisso de toda a vida e são felizes para sempre, como nos contos. Mas essa história de Rebeca, vai além disso, muito além. Mas ela estava pronta, estava decidida e determinada, mesmo que isso surpreendesse a toda a sua família. Nos situando: Logo ao amanhecer, Eliézer disse bom dia e obrigado pela hospitalidade, “assim que tomar o café da manhã já estaremos de partida, levando a moça.” A família tentou argumentar, por um espaço de tempo para fazer as malas, despedidas, confeccionar algo para o enxoval, etc. Ele disse Não! Deus prosperou o meu caminho e é assim que “a banda toca!” Foram consultar Rebeca, afinal ela estava envolvida em tudo isso, e a idéia seria que ela também tivesse suas dúvidas, precisasse de mais tempo, pois “a ficha  nem caíra ainda,” e são muitas coisas envolvidas e não podemos precipitar! Quando perguntada: Irás tu com este homem?” Ela já tinha a resposta no ponta da língua, Ela respondeu: Irei.” Eu gosto de pessoas decididas, determinadas, que sabem o que querem e quando a oportunidade chega, elas não tem dúvidas e abraçam. Jesus, ao chamar os discípulos, alguns deles estavam em meio à suas atividades de trabalho e simplesmente largaram as redes, a coletoria de impostos e seguiram o mestre. Por outro lado tem aquela história daqueles que o Mestre mandou que recalculassem os custos do discipulado. Rebeca é um tipo da igreja de Cristo e como tal ela não teve dúvida ou insegurança sobre suas escolhas. Somos hoje, a Igreja, o corpo de Cristo e temos um importante papel a desempenhar num muito cheio de armadilhas e armações, mas o nosso coração precisa ter um foco único, um centro único, um Senhor único! Sabemos o que queremos e queremos o que sabemos! Hoje, farei dos versos do velho hino, a minha e a nossa oração:

Para Onde For Irei

Se eu tiver Jesus ao lado e por ele auxiliado,
Se por ele for mandado a qualquer lugar irei.

Seguirei ao meu bom Mestre, (3x)
Onde quer que for irei.

Seja meu caminho duro, espinhoso ou inseguro,
Em seus braços bem seguro, aonde me mandar irei.

Males poderão cercar-me, ou perigos assustar-me,
Mas, se Cristo segurar-me, aonde me mandar irei.

Quando terminar a vida, finda minha triste lida,
Tenho a glória prometida, eu pra meu Senhor irei.

 

Pr Jason

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s