Homem Próspero

Meditação do dia: 26/07/2020

E o SENHOR estava com José, e foi homem próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio.(Gn 39.2)

Homem Próspero – Um dos meus professores no seminário, que também nos deu aula de Homilética, pediu-nos encarecidamente para evitar três assuntos, que segundo ele são pregados demais e vividos de menos, então ele queria que nos abstivéssemos de entrar na fila desse baile. Eram: Amor, Fé e Missões. Até de certa forma lhe obedeci, mais sobre Amor, do que dos outros temas. Gosto da idéia de estimular a fé das pessoas e Missões eu procuro me envolver mais do que falar, mas vendo o tamanho dos campos brancos para a ceifa, percebe-se que há muito o que fazer e ainda é preciso falar e fazer mais. Mas nos últimos anos, o tema prosperidade, assumiu um papel tão forte entre os cristãos, que ficou complicado, pois quem não fala é porque tem medo ou tem pouca fé; e quem fala pode ser tachado de herege ou defensor da teologia da prosperidade. Entendo que tanto a direita quanto a esquerda estão ambas fora do centro. Mas procurei o meu trilho entre as migalhas de pão deixados pelos bons e os traços de ruína e destruição deixados pelos caricatos. Entre a “Teologia da Prosperidade” e a “Teologia da Miséria,” escolho deliberadamente o ponto de equilíbrio, que é a Palavra de Deus. Veja bem, estamos iniciando uma meditação sobre a vida de um jovem, no  texto e contexto, com dezessete anos, que chegou no Egito como mercadoria e vendido como escravo; comprado por um alto oficial, comandante da guarda pessoal do Faraó, podemos dizer que ele seria um cidadão próspero; mas a nossa Bíblia diz que o garoto que chegou ali na sua casa, “foi homem próspero…” Potifar, tinha os bens, a reputação, o prestígio e o nome entre os egípcios, mas José tinha a prosperidade que tornaria o próprio  Potifar e posteriormente o Faraó, precisarem dele para prosperarem. José, tinha o que nenhum dos dois poderosos tinham. Eu tenho e todos vocês, meus três ou quatro leitores tem, essa mesma prosperidade que José tinha. Normalmente as pessoas misturam riquezas com bens, ou coisas com riquezas, bajulação social, com prosperidade. Utilizam o mesmo padrão que o mundo sem Deus usa para declarar o que é ser rico ou próspero. Essa conta não bate, não fecha, por esse caminho. Não há dúvida que já Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno (I Jo 5.19); E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre (I Jo 2.17); e fechando o tema, Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus (Tg 4.4.). Escolher o padrão do mundo para servir de medida para prosperidade em Deus é um tiro no pé. Não agrada a Deus e não alcança a bênção e a verdade dita pelo sábio Salomão: A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores (Pv 10.22). Tenho perguntas, para te fazer, você que é um dos três ou quatro leitores mais assíduos dessas meditações: Qual é a sua definição pessoal de riqueza? O que é ser rico, para você? Quando você pensar “em ficar rico,” do que você está falando, qual é a imagem disso? Pois bem, baseado na sua resposta, você constrói a sua prosperidade. Assim a pessoa se satisfaz com a bênção e a prosperidade que lhe vem da bênção de Deus. José com dezessete anos já era um homem próspero e morreu ao cento e dez anos como um homem próspero. No meio desse intervalo todo, ele foi preso, escravizado, trabalhador reconhecido, prisioneiro modelo de bom comportamento, abençoador de corações aflitos e capaz de interpretar a vontade de Deus para pessoas que esqueciam dele rapidamente, capaz de perdoar sua senhora que lhe causou tantas dores e sofrimentos e mesmo quando deu a volta por cima e se deu bem, nada mudou! Nada mudou porque nada havia para mudar, ele já era aquilo fazia muito tempo. Independia de ter dinheiro, prestígio, poder e autoridade de vida e morte. Outro nome para isso é MATURIDADE ESPIRITUAL – ESTABILIDADE. Quem quer prosperidade!!!?

Senhor Deus e pai, o eterno, o mais que suficiente para quem assim o conhece e o experimenta na vida. Obrigado por ensinar que andar contigo significa concordar com o teu modo e padrão de vida e conduta. “como andarão dois juntos se não houver acordo entre eles?” Preciso de ajuda, Senhor, para compreender os teus caminhos e onde eles nos levam. Em Cristo, somos herdeiros de riquezas que nem imaginamos o que significa e isso nos aguarda, nas próximas etapas da jornada. Por isso, receba o nosso louvor e gratidão, e nosso coração aberto e cheio de louvor. Amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s