Tudo Preparado

Meditação do dia: 17/02/2021

Vendo, pois, José a Benjamim com eles, disse ao que estava sobre a sua casa: Leva estes homens à casa, e mata reses, e prepara tudo; porque estes homens comerão comigo ao meio-dia.(Gn 43.16)

Prepara Tudo – Tudo é um termo muito abrangente. Como os três leitores mais assíduos (ou quatro), já estão mais familiarizados com o meu estilo de escrever, se isso fosse possível dizer, costumo afirmar que palavras são objetos muito exatos, e precisa-se cuidar do seu uso, porque elas podem construir mas também podem derrubar e destruir. O Senhor Jesus, verdadeiramente Mestre nas Palavras, disse Porque por tuas palavras serás justificado, e por tuas palavras serás condenado (Mt 12.37). Alguns termos são absolutamente radicais no seu significado, a ponto de não poder serem utilizados por qualquer pessoa, por não ser capaz de preencher de fato os requisitos no que disse. Por exemplo: Ninguém tem maior amor do este…” (Jo 15.13); Só Jesus poderia e pode dizer isso! Outro clássico dos termos radicais: Tudo por meu Pai foi entregue; e ninguém conhece quem é o Filho senão o Pai, nem quem é o Pai senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar (Lc 10.22). Como digo sempre, TUDO é muita coisa, NINGUÉM é muito pouca gente. Deixando as minúcias da linguística de lado, podemos olhar o contexto de já detectar o que está sendo dito, por que e para quem. Aqui no nosso texto de hoje, José ordenou a seus servidores, ou ao seu mordomo, que “preparasse tudo;” é obvio que ele estava se referindo aos aprontes para o almoço com os convidados. Era para preparar a comida, o espaço para mais pessoas que o normal diário e dentro do espaço de tempo que ele dispunha para essa recepção, afinal era um dia de trabalho e muita coisa a se fazer. Podemos ainda fazer uma analogia com um ensinamento de Jesus sobre a implantação do seu reino e como as pessoas podem se comportarem como convidadas. Foi na parábola do banquete das bodas do filho de um rei: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos. E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado. E todos à uma começaram a escusar-se (Lc 14.16-18). Mesmo sendo um convite para um banquete, 0800 como dizemos, TODOS começaram a esquivar-se, dando mais valor à suas próprias causas. Claro, custou caro a todos eles. Aqui também faço aquela apreciação de outras vezes, observando que pelo fato do convite ser de graça, não significa que não tenha valor. Preço e valor são coisas diferentes. José convidou os viajantes cansados para ter uma refeição juntos e isso seria encarado por eles como um gesto amistoso da parte do homem forte, reconhecendo de fato a integridade deles em dizer a verdade e trazer o irmão como combinado. Isso era garantia de que tudo estava bem com eles. Mas sabemos que alivio temporário não significa solução definitiva. José, figuradamente revela que o convite de Deus está aberto a todos para adentrar na sua casa, onde tudo já está preparado pelo servo fiel, e podemos participar da sua mesa, mesmo que isso não seja um atestado de idoneidade moral e espiritual. Ainda precisamos nos arrepender dos nossos pecados e fazer os ajustes necessários e receber o perdão e a purificação com base no sacrifício providenciado, único mas suficiente e bastante. Lá se encontraram todos os filhos de Jacó, os doze, em paz, alegria e com a chancela de um que representava a oferta de salvação para todos. Outra figura lindíssima aqui, é o fato de estarem reunidos ali as doze tribos de Israel, mas só a esposa de José poderia estar presente; uma “gentia” mas mãe de legítimos herdeiros que se tornariam em breve parte dos doze sem se tornar catorze. Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo, e em todos (Cl 3.11). Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus (Gl 3.28). Que grande mistério!!! Deus seja, para sempre e eternamente louvado pelos seus propósitos e sua obra para torna-los possíveis e alcançáveis por um qual eu!!!!

Obrigado Pai, pela história da redenção em Cristo Jesus, que não fica só na história, mas rompe o véu e abre oportunidade para pecadores frágeis e incapazes por si mesmos de se salvarem. A Cristo, o Redentor forte, seja o nosso louvor e adoração, por nos convidar para o banquete de Deus, onde tudo já está preparado, porque ele é o tudo e também a vítima que deu sua vida para termos a nossa vida cheia de significados e possibilidades. Te adoramos, oh! Cordeiro Santo!!! Bendito seja o teu poder e a tua glória para sempre e sempre, de eternidade em eternidade, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s