Abominação Para Os Egípcios

Meditação do dia: 14/03/2021

E serviram-lhe à parte, e a eles também à parte, e aos egípcios, que comiam com ele, à parte; porque os egípcios não podem comer pão com os hebreus, porquanto é abominação para os egípcios.(Gn 43.32)

Abominação Para Os Egípcios – Cada terra tem seu uso e cada roca tem seu fuso. Quando criança ouvia isso dos mais velhos da minha convivência e não entendia absolutamente nada. Claro, tanto as palavras quanto o sentido do provérbio estavam muito acima da minha compreensão naquela idade. Mas havia também o dito popular caipira que dizia que “em terra de sapos, de cócoras com eles!” Esse era mais simples, porque eu conhecia sapos e a explicação era mais de contextualização e o primeiro era mais para apenas compreensão e observação. Meus pensamentos e o meu coração me convidaram a agir em função do sentido das palavras abominação e egípcios, no final do texto. Abominação significa ato ou efeito de abominar; repulsa, aversão, execração, coisa abominável, execrável, repulsiva. Simplificando em bom português, é coisa nojenta! Não vamos nos ater aos aspectos de xenofobia, discriminação, racismo e tudo isso em voga hoje em dia; quero me ater aos fatos, era constatação e ponto pacífico entre aquele povo e naquele tempo que um egípcio dividir a mesa de refeição com um hebreu era algo nojento, repulsivo e portanto deveria ser evitado e todos faziam isso e todos aceitavam que fosse assim mesmo. Como estamos meditando e procurando aplicações que nos sirvam de edificação e alimento espiritual na Palavra de Deus, vamos ao uso das figuras de linguagem, uma vez que literalmente isso é impraticável e nem mesmo culturalmente existe mais. Egípcios no sentido metafórico, ficou como fatores de opressão e escravização com foco mais agudo para quem serve a um Deus diferente ao deles. Eles eram os nativos, donos do território, dos recursos e do poder dominante; altamente sofisticados, inovadores e tecnológicos. Todos esses elementos positivos e úteis eram incrustrados numa cultura idólatra, ligadas aos mundos espirituais dominados por entidades dominantes como deuses e muito misticismo. Um mundo de trevas e sombras. Agora podemos inserir José, Israel como povo de Deus e a Igreja no seu devido tempo e assim você e eu estamos do lado de dentro também. Pensemos no que são “os egípcios” no sentido espiritual hoje e perguntemos: O que é abominação para os egípcios no nosso contexto? Cito um fato, até certo ponto desconhecido ou pouco levado em conta no meio cristão; o judaísmo, o cristianismo e o islamismo são três matrizes de mesma origem – Abraão. À seu modo todos eles tem a missão de influenciar todas as nações da terra e cada um tem seus nomes e métodos para cumprir sua tarefa. Os três alimentam uma fé num MESSIAS redentor e que derrotará os infiéis e assumirá um governo de paz e prosperidade para seus seguidores fiéis. Já sabemos que o judaísmo e islamismo ainda aguardam o seus Messias; o cristianismo aguarda a segunda manifestação de Cristo e nossa escatologia afirma o que ele fará nessas etapas aguardadas pela igreja. Isso inclui a manifestação de um Anticristo, diametralmente oposto à Cristo. Você já levou em conta, que o nosso Cristo tem tudo para ser o Anticristo do Islã e que o Messias do Islã é exatamente a cara do nosso Anticristo? O que é abominação para um é sagrado para o outro, como no antigo Egito. O que é abominação para nossa fé cultura espiritual? Entre outras coisas, podemos citar: 1. Fraude nos negóciosBalança enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer (Pv 11.1). 2. Conduta iníqua em sociedadeEstas seis coisas o Senhor odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente, O coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal, A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos (Pv 6.16-19). 3. Cerimonias religiosas misturadas com pecados graves – Quando vindes para comparecer perante mim, quem requereu isto de vossas mãos, que viésseis a pisar os meus átrios? Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e as luas novas, e os sábados, e a convocação das assembléias; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo a reunião solene. As vossas luas novas, e as vossas solenidades, a minha alma as odeia; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer(Is 1.12-14). Claro que tem muito mais peças para acrescentar, mas vamos ficar com essas por hoje. O que é abominação para quem vive ao seu redor em relação à sua fé e testemunho? E o contrário, o que é abominação para você no modo de vida de quem te rodeia? Aprovamos algumas delas? Não  rejeitamos algumas?

Senhor, não podemos servir a dois senhores simultaneamente, foi o que Jesus ensinou e ele tem toda razão. Deus e o mundo não podem coexistir em harmonia em nossa fé e no nosso coração. O Senhor nos amou à ponto de enviar seu filho para morrer para nos livrar desse sistema pecaminoso e assim, não podemos aceitar conviver com aquilo que a tua Palavra condena e ordena que nos separemos delas. Obrigado pela obra poderosa do Espírito Santo em santificar para ti um povo especial, zeloso e de boas práticas. Consagramos nossas vidas e as mantemos no teu altar, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s