Foi mal

Meditação do dia: 1º/08/2021

“Vendo, pois, José que seu pai punha a sua mão direita sobre a cabeça de Efraim, foi mau aos seus olhos; e tomou a mão de seu pai, para a transpor de sobre a cabeça de Efraim à cabeça de Manassés.” (Gn 48.17)

Foi Mal – Pura intuição! É assim que muitas coisas acontecem em nossas vidas e nos levam a agir. Pode-se dizer que é só um palpite! Mas como cada um de nós aprende de modo muito particular a lidar consigo mesmo, assim aprendemos sobre o modo como Deus nos dirige intimamente e nos instrui sobre procedimentos, que as vezes foge da rotina padronizada e já conhecida de todos, que podem então argumentar que está certo ou errado, ou no mínimo, diferente. Acredito muito na direção do Espírito Santo no nosso homem interior (nosso espírito); de tal maneira que a paz interior se torna uma forma até natural de sermos orientados, guiados, instruídos por Deus, sobre praticamente tudo, claro que já não esteja explicitado nas Escrituras. “Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus. Porque não recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes em temor, mas recebestes o Espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Rm 8.14-16). Para José, a forma certa de fazer a invocação da bênção seria: a. Orar por um dos filhos de cada vez, começando pelo mais velho. B. Orar simultaneamente com as mãos postas sobre a cabeça deles, mas a mão direito sobre a cabeça do mais velho e a mão esquerda sobre a cabeça do mais novo. É assim que se faz! E olha lá, que de cerimoniais José entendia muito bem! Mas como dizemos no popular, Jacó, não estava nem aí! Ele estava seguindo o manual do seu coração e agindo sob o mover do Espírito de Deus para produzir uma peça de ensinamento que nos é preciosa até o dia de hoje. Deus é criativo desde sempre e isso está impresso e espalhado por toda a criação e em todas as suas obras, incluindo a obra da redenção. Deus cria, não por necessidade, por que ele não as tem, mas pelo prazer criativo e para demonstrar o seu amor aos outros e expressar as qualidades do seu caráter e da sua personalidade. Jacó sabia o que José não sabia, para começo de conversa. Como ele próprio que nascera gêmeo com Esaú, a profecia dada por Deus a Rebeca, era de que o menor seria maior e mais poderoso para prevalecer contra o mais velho. Esaú nunca engoliu isso e também nunca teve espiritualidade para tal; nunca se ocupou em conhecer a Deus e a seus propósitos – do modo de Deus, ambos seriam grandes, se rivalizariam, mas poderia ser de maneira saudável e respeitosa. Agora era a vez de Manassés e Efraim, e José não sabia que o caçula seria maior que o mais velho. Isso não tem problema de caráter moral – são potenciais. O próprio José, que não era dos primeiros filhos de Jacó, foi maior que todos eles, ainda que contra a vontade de todos. Deixe-me dizer-lhes como entendo isso: Todos somos filhos e servos de Deus. Todas as coisas pertencem a Deus. Todas as coisas devem ser feitas para glorificar a Deus. Todas as nossas atividades, dons e talentos tem como propósito principal glorificar e adorar a Deus e à partir disso, servir e edificar o próximo, expressar o amor e a graça de Deus. A vinha é do Senhor – Todos somos servos trabalhando nessa vinha. Assim sendo, “Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis” (1 Co 12.18). Cada um foi colocado onde Deus quis, na função que ele quis, baseado na capacidade, competencia, dons que ele mesmo distribuiu. Minha conclusão é que agir fora disso é de uma infantilidade e imaturidade tão grande, tão egoísta, caçando confusão e tentando aparecer bem na foto. Se puder, fuja disso, fique na sua e sirva com alegria e satisfação, para glória de Deus.

Pai, obrigado por ser Deus e Senhor de tudo e de todos; por seu generoso amor nos tem chamado para a salvação e o serviço do Reino; é um privilégio te servir e àqueles a quem amas. Permita que cresçamos em graça e conhecimento e possamos engrandecer o teu santo nome com nossas atitudes e oportunidades em amor. Agradecemos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s