Não Leve Para Fora de Casa

Meditação do dia: 14/11/2022

“Numa casa se comerá; não levarás daquela carne fora da casa, nem dela quebrareis osso.” (Ex 12.46)

Não Leve Para Fora de Casa – Estamos seguindo na meditação sobre a celebração da páscoa, entre os hebreus lá no Egito ainda, antes de partirem para a Terra Prometida. Estamos focando nos aspectos simples, mas significativos da prática daquela fé. Ontem vimos que ele deveria ser celebrada numa casa de família e o que isso significava e como isso pode ser aplicado a nós, como igreja nos dias atuais. Há uma diferença considerável na celebração de algo numa casa, em família e a mesma coisa sendo realizada num templo para uma comunidade maior num âmbito coletivo. Hoje, destacamos o fato de que nada daqueles ingredientes da páscoa poderia ser levado para fora de casa. Por que Deus, daria uma ordem que não tem a menor importância de for feita assim ou de outro modo? Se Deus diz que determinado detalhe é importante e deve ser observado, é bom prestarmos atenção, ainda que não tenhamos ainda alcançado entendimento daquilo, devemos primar pela obediência. A páscoa, deveria ser celebrada em família, na casa da família, onde apenas eles ou algum servo adquirido e circuncidado, poderia ter a permissão de participar. Levar algo para fora era vedado. Podemos pensar, talvez num paralelo social que acontece na cultura brasileira, onde as pessoas vão a uma festa ou celebração, onde há bastante comida e ao final, querem levar alguma coisa para alguém da família, que não veio e gosta muito daquilo. Há situações em que isso é levado à extremos, à ponto de causar mal estar social. Aquela celebração, estava prevista, e nos últimos quatro dias, desde o dia dez, o cordeiro já havia sido separado e estava guardado em casa, sendo cuidado e alimentado pela família. Todos da família estavam sendo preparados para aquele dia e para aquela celebração. Qual seria então a razão de levar algo para fora de casa? Seria para compartilhar com alguém, que não veio, e não se aprontou a tempo? De qualquer forma isso estava fora de questão. A celebração deveria ter um caráter intimista, reservado, exclusivamente para aquela família. A prescrição dizia que caso uma família fosse muito pequena para consumir um cordeiro numa única refeição, ela deveria convidar outra família e celebrarem juntos, mas dentro de casa, onde a comunhão estava representada pela união das duas famílias e ainda assim, ao terminar, não se poderia levar “as sobras” para um reaproveitamento. Considero muito significativo, entender que a celebração da páscoa deve ser feita de uma única vez, dentro de casa, em família e ali, se inicia e se finaliza a refeição que marca a substituição do primogênito pelo cordeiro imolado e também se abre a passagem para uma nova vida, começando uma jornada em direção às promessas de Deus, que eram conhecidas e apreciadas, mas estavam longe do alcance e agora se concretizavam. A apropriação dos benefícios do sacrifício da nossa páscoa, agora a Ceia do Senhor, ainda é para a família, em intimidade e simplicidade; não levamos para fora nada daquilo que Cristo fez por nós e é para nós. A mensagem que temos para compartilhar convida as pessoas a se tornarem parte da família e então celebrar também. Deve haver uma identificação muito profunda entre o participante e aquele cordeiro substitutivo, ainda que na simplicidade da família de cada um.

Senhor, obrigado por vir até nós em humanidade e identificar-se com a nossa condição, para efetuar um sacrifício real e verdadeiro, que nos permite aproximar dos planos e propósitos eternos do Pai, para toda a família. Reconhecemos que precisamos de ajuda para entender e assimilar as verdades espirituais com o coração e não só com o entendimento racional. Obrigado, Senhor Jesus, por ser o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo e assim, nos alcançou para Deus. Em teu nome oramos, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s