A Cara do Pai

Meditação do dia 16/11/2017

I Co 15.48 – E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

 A Cara do Pai – Ao mesmo tempo que muito simples crer na criação divina, tal qual descrita no Gênesis, também fica um “quê” de suspense e desejo de entender mais e melhor todas as possibilidades dos relatos, uma vez que somos “meio devagar” para pegar as coisas. Também quero registrar aqui, que no meu coração e na minha razão, não há dúvidas ou lacunas a serem preenchidas sobre a veracidade das Escrituras e suas descrições da criação e de tudo que está ali no texto sagrado. Creio, aceito, desfruto e pronto. Sei que não sei muito ou quase nada, portanto se houver espaço para preencher, fico muito à vontade para creditar à minha falibilidade humana e imperfeição no aprendizado; ao mesmo tempo que credito toda honra e veracidade ao Deus criador que sirvo e confio plenamente no seu caráter e nas suas promessas. Me dou o benefício da dúvida e fecho com o apóstolo Paulo: “…sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso… (Rm 3.4). O projeto divino para a existência humana sempre foi maravilhoso desde sua origem na eternidade. Adão foi criado à imagem de Deus e com capacidade de reproduzir nos seus descendentes a sua própria imagem; assim, desde Caim até o último bebê que acaba de nascer, enquanto escrevo estas linhas, a verdade da transmissão de semelhança ainda permanece imutável e assim o será para sempre. Tudo o que tem de ruim e de errado com a humanidade, foi adquirida pós-queda; e cada vez mais inventamos mais novidades, quase sempre elas trazem seus efeitos colaterais. Mas mesmo assim, temos mais a celebrar, do que mesmo a lamentar, pois Adão foi também um tipo, uma figura do redentor que viria e veio para mudar a nossa história e ao fazer isso, consumando lá na cruz o sacrifício mais perfeito e completo aos olhos do Pai, satisfazendo plenamente a justiça divina; deu-nos de volta o direito de aspirar a uma transformação de vida que culminará na restauração da imagem e semelhança divina que aparecia na vida do primeiro homem, Adão. Assim, eu, vivo mais feliz pela expectativa do que me aguarda, do que triste ou infeliz pelo estado deplorável em que as vidas humanas alcançaram pelo domínio do pecado. Olhar para frente, pois vem coisa boa por aí.

Senhor, obrigado por esse dia, uma oportunidade de te conhecer e receber dos benefício de tua misericórdia e fidelidade. Sou o que sou, graças à tua bondade. Louvado seja o teu santo nome e o nome poderoso de Jesus! Amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s