Caim

Meditação do dia 21/11/2017

Gn 4.1 – E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem.

 Caim – Mesmo que hoje e não só hoje, mas de muito tempo, esse nome se tornou sinônimo de coisa ruim, traidor, assassino e etc. Ele é um personagem que compõe a história humane e de alguma forma contribuiu e por isso merece ser lembrado nas nossas meditações. Ao estudar sua vida, entendemos que ele não nasceu mau, e nem perverso e muito menos veio destinado a isso. Quando nasceu, os pais entenderam que era uma bênção alcançada do Senhor e que ali estaria iniciando a promessa da redenção, que viria da linhagem de Adão e aquele menino era o primeiro nascido aqui na terra. Posso aceitar com muita naturalidade que seus pais se alegraram com seu nascimento e com sua vida e via no filho a graça de Deus se cumprindo. Também Caim se tornou, até o nascimento de Abel, uma companhia e uma fonte de aprendizado para eles. Até então, eram apenas os dois e toda a atenção e cuidados eram dedicados um ao outro e agora os dois tinham um foco com quem compartilhar um novo sentimento que até então não haviam experimentado, que é a paternidade. A experiência tem demonstrado mui sabiamente que a chegada da paternidade é algo maravilhoso e desafiador para quem alcança essa bênção. Tem coisas na vida que não se tem como ensinar, mas apenas aprender, e a chegada dos filhos proporciona isso. Não há nada comparável a essa experiência. Ele mexe com nossos hormônios, nossos sentimentos, vontade, propósitos, foco de vida e uma infinidade de coisas que não adianta alguém falar ou tentar descrever com propósitos de ensino. Passamos a compreender a vida e as ações de nossos próprios pais e avós, que até então eram enigmáticas e suspeitas para nós. Se isso hoje, nos ensina tanto e leva as pessoas a grandes aprendizados, o que dizer daquele primeiro casal, sem nenhuma referencia anterior em que se basear? Certamente eles já observavam o relacionamento de animais e seus filhotes, mas como dissemos, nada substitui uma experiência. Ainda sem entrar no mérito final da vida e do que veio a ser o homem Caim, ele também pode nos ensinar, como comparativo a promessas de Deus em nossas vidas. O Senhor havia lhes dito que crescessem e se multiplicassem; também que um de seus descendentes esmagaria a cabeça da serpente, em referencia ao plano de redenção futuro. Isso tudo era promessa que agora se materializara em suas vidas. Eu tenho promessas divinas para se cumprir e as aguarda com paciência e perseverança; olho para minhas filhas e vejo promessas de Deus em andamento; observo a igreja que pastoreio e o ministério que realizo e sei que está em curso ações que só mesmo a graça infinita de Deus para produzir tais resultados. Na sua vida também. Foi assim com Adão e Eva em relação a Caim. Assim como nossos primeiros pais, perderam o melhor de Deus por suas escolhas egoístas, também puderam ver uma grande promessa se frustrar por escolhas pessoais, trazendo danos colaterais para todos, pois a morte de Abel não seria o único prejuízo. Bênçãos se perdem também! Pessoas boas cometem erros e falhas! Mas Deus continua fiel e o seus propósitos continuam eternos.

Senhor, graças te damos pela oportunidade de aprender mesmo nas situações mais difíceis e complexas. Conceda-nos sabedoria para nos levantarmos quando caímos ou vemos pessoas boas se comprometendo com o erro e o pecado e perdendo assim as bênçãos da aliança contigo. Dá-nos o conforto do teu Espírito Santo, para vermos a vida do teu ponto de vista, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s