Noé Despertou-se do Seu Vinho

Meditação do dia 22/01/2018

Gn 9.23 – “Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai.”

A Vulnerabilidade Alheia – É bastante conhecido o dito popular brasileiro de que “pimenta nos olhos dos outros é refresco.” Isso se refere a ver os outros padecerem de alguma desventura e assistir sem se compadecer, ou levar em consideração. Também podemos ver isso pela mesma ótica daquela situação bíblica onde Caim não se importou com seu irmão não julgava sua responsabilidade proteger seu irmão. Sem e Jafé se importaram com a situação em que a intimidade de seu pai estava exposta e se esforçaram para resolver da melhor maneira possível, sem se exporem e mesmo que isso fosse mais difícil de realizar. Uma pessoa nua, é uma pessoa em situação vulnerável, indefesa e sem recursos para evitar o vexame ou a culpa. Pensando assim, e aplicando as verdades espirituais à situações do cotidiano, as nossas roupas, não servem apenas para cobrir o corpo da exposição, quer moral, quer do contato natural com situações de clima ou risco de ser atingido como quando andamos no mato ou em situações de trabalho. Nossas vestes também expõem bem mais do que nossa condição financeira de adquiri-las, ou a condição social, mas também nossa moral e ética; nossos valores interiores. Na maioria das culturas há uma roupa ou um traje considerado típico, que expressa os valores daquela cultura e a grandeza daquele povo. Nós como brasileiros, que viemos de uma miscelânea de culturas, nos tornamos um dos poucos povos que não tem um traje típico que indica nossa cultura e a grandeza de nosso povo. Algumas regiões acabaram por adorar um traje padrão de maior uso entre as pessoas devido a lida diária em certas atividades, como a roupas de couro do vaqueiro nordestino ou o traje também do vaqueiro gaúcho dos pampas; nas demais regiões não se caracterizou muito, apesar da origem do jocosa da roupa do caipira de cores xadrez, listradas ou floridas e remendadas, o que indicaria mais pobreza e necessidade de reaproveitamento do que propriamente expressar valores positivos. Aos sacerdotes do culto judaico era vedado vestirem-se de forma que a nudez fosse revelada durante os ofícios cerimonias, que viria a ser como se servissem a um deus indecente e de mal gosto. O sacerdote representa diretamente o caráter do Deus que serve. Na situação do texto, me ensina como eu me importo com as pessoas do meu círculo íntimo e como estou disposto a servi-los de forma que minorize situações delicadas. Todos nós passamos em família por momentos delicados e assim surge oportunidades de ajudar ou expor ainda mais a intimidade que na verdade não é apenas de alguém, mas de todos nós como um todo. Em família, vencemos todos ou perdemos todos, mas sempre juntos.

Obrigado Senhor pela minha família e de cada um dos muitos amigos que vieram a fazer parte da minha vida e assim tem abençoado e me ajudado no caminhar na fé. Graças, Senhor pela ajuda e compreensão que tem enriquecido a minha experiência e assim também posso abençoar aos outros. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s