Armar a Tenda e Edificar o Altar

Meditação do dia 20/02/2018

E moveu-se dali para a montanha do lado oriental de Betel, e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente, e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao Senhor, e invocou o nome do Senhor. (Gn 12.8)

Armar a Tenda e edificar o Altar – Abrão assimilou a vida peregrina para a qual fora chamado por Deus, isso faz parte dos “ossos do ofício” daquilo que é exigido de nós quando nos comprometemos com um projeto e especialmente os projetos de Deus. Mesmo sendo um criador de gado, o que naquela época demandava uma vida nômade, em busca de pastagens, fontes de águas e lidar com as diferentes estações do ano para cuidar daquilo que lhe pertencia; peregrinar naquela terra era a oportunidade perfeita para reconhecer o território da promessa e pisar profeticamente sobre os limites daquilo que espiritualmente já lhe pertencia e viria a ficar de herança para seus descendentes, que àquela altura, também eram promessas, pois o casal não tinha filhos e havia impossibilidades naturais para tê-los. Depois da promessa e de chegar ao lugar da promessa, ainda precisa se mover, ou “se mexer” pois precisa-se trabalhar diligente e arduamente para consolidar a promessa. Mesmo que a terra fosse de Abrão, nela ainda habitava os cananeus que se passavam por legítimos nativos dali e portanto verdadeiros donos. Abrão tinha então muito trabalho a fazer. Armou sua tenda, o que implica em saber que não era residência fixa e nem definitiva, caso contrário, faria uma casa permanente. Pensamos em chamados divinos atendidos por amados nossos, que se apropriam da promessa, não como um trabalho a ser desenvolvido e espaço a ser conquistado; mas no fundo eles se assenhoreiam e insistem em fixar raízes o quanto antes e lutam com unhas e dentes para não serem removidos dali. Copiam o proceder do mundo corporativo e especialmente o modelo brasileiro de garantias trabalhistas, julgando terem direitos adquiridos, portanto merecem isso e aquilo e como serão compensados pelos anos de trabalho? Por todas as páginas das Escrituras, a militância cristã e do povo de Deus é de peregrinos e forasteiros, sem pátrias, aguardando um lugar definitivo. “Amados, exorto-vos como a peregrinos e estrangeiros a vos absterdes das paixões da carne, que batalham contra a alma. (I Pe 2.11). E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação, (I Pe 1.17). Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, (Fp 3.20). Olha a explicação do escritor aos Hebreus: Pela fé habitou na terra da promessa, como em terra alheia, morando em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa. Porque esperava a cidade que tem fundamentos, da qual o artífice e construtor é Deus(Hb 11.9,10). Não gostaria de sai disso sem citar aquela profecia clássica: Levantaivos, e andaiporque não será aqui o vosso descanso; por causa da corrupção que destrói, sim, que destrói grandemente (Mq 2.10). A tenda nos revela o aspecto temporal e passageiro de nossa vida e missão aqui na terra e o altar como já vimos é a marca distinta do adorador. Onde chegamos, montamos a tenda que pode ser desmontada à qualquer momento, mas o altar é edificado e ali ele fica quando sairmos; quem passar por ali, sabe que um adorador peregrino esteve ali e deixou sua marca.

Obrigado Senhor, por ser chamado para ser peregrino de uma causa maravilhosa e ser adorador de um Deus grande e maravilhoso. Mesmo hoje ainda há muita terra para conquistar de todas as promessas feitas ao teu povo. Agora é a minha vez, a nossa vez e como igreja estamos no tempo certo, no lugar certo e só precisamos da atitude e das decisões corretas para sermos bem sucedidos na nossa parte da tarefa. Eis-nos aqui, Senhor. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s