Ninguém mete a Colher

Meditação do dia 08/08/2018

Então disse Sarai a Abrão: Meu agravo seja sobre ti; minha serva pus eu em teu regaço; vendo ela agora que concebeu, sou menosprezada aos seus olhos; o Senhor julgue entre mim e ti.”  (Gn 16.5)

Ninguém mete a colher – Algo até divertido e edificante é prestar atenção nos personagens bíblicos e ver suas crises e carências e chegarmos à conclusão de que desde que o mundo é mundo, os problemas só mudam de endereço e data, mas ainda são os mesmos. Não foi à toa que o sábio Salomão disse que não há nada novo debaixo do céu. Aqui em nossas lidas familiares, dizemos que em briga de marido e mulher, ninguém mete a colher; e eis que estamos vendo Sarai e Abrão numa “DR” (discutir a relação) séria e a irmã quer que o marido dê um jeito de resolver um agu de caroço que os dois criaram. Quero que apreciem a meditação e façam bom proveito para crescerem e aprenderem a lidar com situações complexas que não aceitam soluções simplistas. Outra coisa que devemos prestar atenção é no fato de que ter família e ter discussões em família e questões para resolver, não desqualifica ninguém para servir a Deus e muito menos ser ministro e obreiro cristão. Nosso pai da fé e sua digníssima esposa, que são ícones para nós e modelos de fé e caminhar com Deus também sobreviveram aos dilemas e questões domésticas. Quando qualquer um de nós, como foram com os personagens bíblicos cometemos erros, deslizes e até caímos em situações embaraçosas, simplesmente comprova o que Deus criou e teimamos em não levar em conta: somos humanos, somos falhos e temos carências e mesmo assim Deus nos ama, nos chama e nos capacita a servir a ele e ao corpo de Cristo. Quem criou o casamento, a família e os relacionamentos foi o Senhor Deus, o amigo de Abraão, a quem ele chamava de Altíssimo, o possuidor dos céus e da terra. Acredito que eu e muita gente boa, gostaria que as linhas dessa história contivesse as respostas para a solução definitiva que Abrão teve e como ele e a esposa se saíram dessa enrascada; mas não sei se você já notou, mas parece que Deus não apareceu com uma solução pronta e certa e nem ao menos se apressou a interferir na situação em benefício de um ou de outro. Crescemos com as dificuldades e aprendemos muito ao lidar com a adversidade e especialmente quando somos parte do problemas e Deus entende que então devemos também ser parte da solução. Sarai foi criativa e engenhosa para contornar o problema da esterilidade pessoal e agora teria que ser criativa para resolver uma questão que parecia um efeito colateral inesperado para ela. Ser livre para tomar decisões é uma bênção, mas decisões trazem consequências e para estas não temos liberdade de escolha; temos que assumir as responsabilidades.

Senhor, sabemos do final dessa história e como Abrão e Sarai cumpriram seus papeis e com louvor; mas no momento as coisas eram mais sérias. Dá-nos sabedoria para vivermos bem como família e lidarmos com as questões que são passageiras, mas se não agirmos no tempo e na maneira certa, pode afetar o tempo e a eternidade nas nossas experiências. Obrigado pela ajuda através do Espírito Santo. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s