Doze Príncipes

Meditação do dia 02/11/2018

 “Estes são os filhos de Ismael, e estes são os seus nomes pelas suas vilas e pelos seus castelos; doze príncipes segundo as suas famílias”  (Gn 25.16)

 Doze Príncipes – Quando lemos no Novo Testamento sobre principados e potestades, de cara associamos à demônios, espíritos das trevas e batalha espiritual. Alguns não fazem a menos idéia do que se trata e até tem aqueles que nesse sentido consideram a ignorância uma bênção. Mas paixões vocacionais à parte, o todo da vida faz parte da vida toda e quer acreditemos ou não, já estamos numa jornada e numa batalha que ou para se proteger ou para conquistar, a realidade existe e serve para todos. Mas desejo fazer uso das verdades citadas acima, como descrita em Ef 6.12 que está sim falando do “lado sombrio, ou o lado negro da força como diriam os amantes de Star Wars;  Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais.  Mas também encontramos outras citações sobre o mesmo tema, que não tem esse mesmo peso sombrio, como o que encontramos em Cl 1.15,16 O qual é imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação; porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. Aqui se refere ao poder criador de Deus em Cristo, de onde emanou toda a criação, quer física, material, biológica, forças visíveis e invisíveis e autoridades em gruas e hierarquias diferentes. A nossa fé cristã, criacionista e bíblica atribui que tudo que existe foi criado por Deus; fora disso ou é metamorfose ou envolve escolha moral. Quando as trevas se personificaram, claro, copiaram os modelos de Deus, assim aparecendo a versão má de coisas que opõem a Deus e à tudo que ele ama. Voltando ao nosso personagem bíblico, Ismael, que um dia se viu quase exterminado e liquidado, mas foi alcançado pela misericórdia de Deus e confirmou o valor de uma aliança estabelecida com o pai dele, Abraão e uma promessa feita à sua mãe, que foi uma pessoa de fé e obediência aquilo que recebera como instrução de Deus. Ninguém que se submete à vontade do Senhor e anda em seus caminhos, deixa de ser recompensado. Por mais que sejamos tendenciosos e bairristas, vendo a vida pela lentes das nossas parcas percepções e preconceitos, Deus, o criador não é assim e ele não embarca na nossa onda. Deus é Deus e está muito acima de tudo e de todos e seu compromisso irrevogável é com sua palavra, só  e somente. Aquele garoto fadado a morrer de sede debaixo de um arbusto, viveu e lutou por sua vida e pelas promessas que ele também alcançou por sua fé e vida de oração. Foi abençoado com uma família, gerou doze filhos, que se tornaram homens de bem, e vieram a se tornar príncipes em suas vilas, segundo suas famílias. Príncipes são autoridades sobre um território e um espaço de sob sua autoridade, e todos os homens se alegram em ver a prosperidade de sua linhagem e saber que haverá continuidade e mais do que isso, a verdade de Deus sendo vista materializada em pessoas e povos, que tem a oportunidade de conhecer as suas raízes e valorizar suas origens. Num mundo de tradição oral, como era aquele, com toda certeza, Ismael e Agar, preservaram suas histórias e fizeram questão de valorizar seus feitos para serem perpetuados de geração em geração. Como encontramos os registros e a perpetuação da linhagem da redenção em Isaque e na nação de Israel e fazemos questão de aprendermos com aquilo e transferir para o lado espiritual toda a herança que nos cabe por promessa de Deus através de Abraão. Ismael teve sua linhagem física, mas também levou elementos da fé de Abraão, promessas do Altíssimo que o protegeu e amparou em momentos críticos e importantes de sua vida e lhe deu a oportunidade de ver muitos filhos e muitas pessoas, tudo fruto da bênção e da promessa que ele recebeu, apropriou e cultivou. Ele era um só, e exausto, quase à morte, agora via gente, muita gente, príncipes e povos e ele sabia a origem de tudo aquilo.

 

Senhor, sou grato por tuas promessas, pois todas elas no seu tempo se hão de cumprir e o teu nome será lembrado e honrado. O Senhor é o meu Deus, fui criado, sustentado e prevaleci até aqui, por graça e misericórdia, reconheço e tributo a ti, todo o louvor e toda a minha gratidão, em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s