Irreconhecível

Meditação do dia 10/02/2019 

 E não o conheceu, porquanto as suas mãos estavam cabeludas, como as mãos de Esaú seu irmão; e abençoou-o.”  (Gn 27.23)

 Irreconhecível – Em nossos dias, estamos lidando com uma doença degenerativa, que vai minando a capacidade de memória das pessoas idosas, e estamos vendo as ciências e avançando bem e com bons resultados, desde medicação de controle, até terapias e técnicas de ajuda preventiva e até corretiva do mal ou doença de Alzheimer. Acidentes e algumas outras situações também podem afetar essas capacidades humanas, umas reversíveis e outras não. Mas a verdade é que é muito triste, uma pessoa ficar assim, pois ela perde suas referencias. Quando alguém esquece parte de sua história, ainda que seja pequena, ela perde sua identidade e sua capacidade de afirmação, pois falta partes que a desconecta da sua própria realidade. Mas no nosso texto de hoje, estamos lidando com um outro lado, que não tem à ver com doença ou acidentes que afetaram quaisquer das personagens. Isaque estava sem a visão, por razões naturais da idade e naqueles tempos não havia os recursos que cuidavam da saúde ocular e prevenia da perda de visão. Mas a questão aqui, está mais para a arte da dramaturgia, pois Jacó e sua mãe elaboraram um disfarce ou camuflagem, de tal maneira que ele pudesse se passar por seu irmão, sem que o pai percebesse as diferenças. Do ponto de vista dos resultados, pode se dizer que eles fizeram um trabalho, pois atingiram os objetivos. Mas os improvisos e a falta de experiência, os deixaram vulneráveis até mesmo para um homem de idade e sem a visão, pois ao desconfiar, ele partiu para as alternativas de conferir o tom da voz e depois uma série de possibilidades de através do tato e do olfato, confirmar ou refutar a identidade do filho. Abraçar o filho, acariciar suas mãos e beijar, eram formas de saber as diferenças claras entre eles. Mas Jacó passou, apertado mas passou. Agora vamos pensar nisso de maneira cristã e moral. Nesse caso, quanto mais bem feito, pior é! Porque se tratava de um engano, uma trapaça. Esse é um tipo de teste, que passando com louvor é totalmente reprovável. Além de se valer da boa fé do pai, ainda contar com a deficiência de alguém vulnerável, para proveito próprio. As ciências forenses e criminais alegam que o crime perfeito ainda não foi cometido; eles se baseiam na capacidade de se encontrar evidencias e se chegar à autoria. Mesmo os próprios peritos, hábeis em descobrir, sabendo como disfarçar pistas, em eventuais crimes cometidos, deixam sinais de que fora feito por alguém com conhecimento das ciências investigativas, o que acaba sendo pistas importantes, pois diminuem consideravelmente as possibilidades de autoria. Nós lidamos não apenas com pessoas, seus erros e acertos e prestação de contas; mas também lidamos com divina presença do Espírito de Deus em nossas vidas e ações. Deus habita em nós, somos o tempo do Espírito Santo; portanto, aquele que cremos ser onisciente, ainda está muito perto da cena e do momento do erro, pecado ou que quer que seja. Não tem como ser irreconhecível diante de Deus. Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face? Se subir ao céu, lá tu estás; se fizer no inferno a minha cama, eis que tu ali estás também. Se tomar as asas da alva, se habitar nas extremidades do mar, até ali a tua mão me guiará e a tua destra me susterá. Se disser: Decerto que as trevas me encobrirão; então a noite será luz à roda de mim. Nem ainda as trevas me encobrem de ti; mas a noite resplandece como o dia; as trevas e a luz são para ti a mesma coisa; (Sl 139.7-12).

A minha e a nossa oração hoje, são os dois versos finais do Salmo 139: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”
(23,24) Em nome de Jesus, amém!

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s