Bênção Sobre Bênção

Meditação do dia 19/02/2019 

 E Isaque chamou a Jacó, e abençoou-o, e ordenou-lhe, e disse-lhe: Não tomes mulher de entre as filhas de Canaã;”  (Gn 28.1)

Bênção sobre Bênção – Nossa proposta é meditar na Palavra de Deus, baseando-nos na história e na vida de pessoas que deixaram marcas significativas para nossa edificação. Por isso estamos trabalhando sobre a vida de Isaque, o patriarca filho de Abraão e pai de Jacó e Esaú; temos acompanhado em textos diários desde a promessa de seu nascimento e seus primeiros passos e já agora estamos numa fase bem adiantada, quando ele já está liberando seus filhos para assumirem seus postos e darem continuidade nas alianças que os levarão a formar uma grande nação e assim chegarem aos propósitos maiores e mais abrangentes de tudo que lhes foi destinado. Dos dois filhos, Isaque já sabe que apenas um seguirá dentro da linhagem da promessa e será nele que deverá concentrar sua atenção. Aqui, já podemos ver a capacidade de Isaque reconhecer na vida de Jacó, o potencial de ser uma bênção e fielmente andar nos caminhos da fé. Antes ele tentara por iniciativa própria imputar a bênção sobre Esaú, mas não deu certo e novas medidas se fizeram necessárias para prosseguir e evitar uma tragédia familiar já que Esaú não se conformara em receber uma bênção “genérica” e acirrara sua rivalidade contra o irmão e estava disposto até a se tornar fratricida. Rebeca pressentiu o perigo e sugeriu uma saída estratégica e foi acompanhada por Isaque que o chamou para uma conversa séria e transmitiu-lhe novamente a bênção e o enviou à terra da família de Rebeca, onde ele encontraria abrigo e poderia se casar dentro do ambiente de família e andar nas pisadas de Abraão e do próprio pai Isaque. Quando se pensa em futuro e em gerações que herdarão um legado, não se pode pensar nisso fora da esfera de casamento. Aqui temos que voltar a tocar na mesma tecla, da importância de seguir princípios eternos que foram estabelecidos para gerar segurança e paz interior. Tal qual em nossos dias, lá também, naquelas terras, a família também sofria ataques e os farrapos de imoralidade podiam ser vistos e sendo atrativos para mentes descomprometidas com valores espirituais, tal como acontecia com Esaú, que foi se envolvendo com a devassidão e as uniões mistas e reprováveis. Quando olhamos para o liberalismo moral e os padrões de família contemporâneos, à primeira vista dizemos que está muito ruim e muito difícil seguir firme nos moldes divinos. Como hoje, nossa sociedade e nossa mentalidade de época foge aos padrões, aliás, ela detesta padrão e configurações que não sejam as que permitam cada um ter o tipo de experiência que queira ter e as legislações vão sendo modificadas para acomodar tudo que não presta como se fosse bom e ideal e agindo irresponsavelmente, jogando para o futuro o peso das consequências dos atos inconsequentes de indivíduos, sobre uma vasta maioria que respeita o sagrado e o propósito firme, que permite viver em segurança. Sinto muito em dizer o quanto é lamentável, que muitas igrejas e líderes, acomodaram-se ao pecado da época e em nome de ministério aos socialmente excluídos e as minorias, abrem portas escancaradas à entrada de situações biblicamente reprováveis e nocivas. Alguém tem que gritar que pecado é pecado e ainda que precisamos amar os pecadores e acolhê-los, isso não pode ser feito baixando o nível das verdades doutrinárias cruciais do Evangelho da graça de Deus. Confundir propositalmente salvação do pecado, com salvação no pecado, é torcer as Escrituras para acomodar interesses espúrios.

 

Senhor, sobre tudo e sobre todos permaneces santo, justo e digno de todo louvor e honra. Amas a todos indistintamente, mas aborreces a iniquidade e o pecado e as tuas portas sempre estarão abertas para o arrependido e contrito que se converte de verdade. Queremos ser sal e luz numa geração corrompida e contaminada, socorre os teus fiéis que esperam forças de ti para seguirem as pisadas do mestre. Oramos em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s