A Prima Rebeca

Meditação do dia 02/03/2019 

 E sucedeu que, antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, que havia nascido a Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o seu ombro.”  (Gn 24.15)

 A Prima Rebeca – Impressionante, para não dizer outra coisa, a maneira do agir de Deus em nossas vidas, mesmo quando não estamos vendo ou sabendo. Nós somos por demais limitados e só vemos as coisas linearmente, em fileiras, uma de cada vez; Deus muito pelo contrário, tem uma visão ampla abrangendo todos os ângulos e todas as possibilidades e tudo isso, ao mesmo tempo, ao vivo e à cores. Quero voltar um pouquinho no tempo em termos de meditações já escritas e lembrando quando estudamos a vida de Abraão; no relato do capítulo vinte e dois, após o episódio do Monte Moriá, quando ele fora oferecer Isaque, pois bem, logo em seguida a essa narrativa, há um registro que parece fora de contexto, que diz o seguinte: “E sucedeu depois destas coisas, que anunciaram a Abraão, dizendo: Eis que também Milca deu filhos a Naor teu irmão. Uz o seu primogênito, e Buz seu irmão, e Quemuel, pai de Arã, E Quésede, e Hazo, e Pildas, e Jidlafe, e Betuel. E Betuel gerou Rebeca. Estes oito deu à luz Milca a Naor, irmão de Abraão.” (Gn 22.2-23). Abraão fora informado que sua cunhada lá em Harã havia dado filhos à seu irmão e fica registrado os nomes deles, e um deles, se for por ordem de idade, o Naorzinho, sobrinho neto de Abraão, primo em primeiro grau de Isaque veio a ser o pai de Rebeca, quando do lado de cá, nada disso era sabido, Deus estava trabalhando na outra ponta para no tempo certo juntar as partes e dar tudo certo. Fico maravilhado, com o fato de que assim que Abraão estava doando seu filho a Deus num gesto de consagração ímpar, também estava sendo preparada a bênção futura para Isaque. Se eu não fosse cristão, adorador de um Deus Todo Poderoso e que governa tudo muito bem, provavelmente apenas iria dizer que o universo estava conspirando para que esse encontro desse certo. A prima em segundo grau estava sendo preparada e no momento certo seria apresentada ao plano de Deus para sua vida, que seria transformador e abençoador. Assim, quando Eliézer fez aquela oração à beira do poço, Rebeca estava saindo, a moça certa, no lugar certo, para encontrar a pessoa certa e ela com disposição de serva e na condição de servir ela encontrou o seu grande tesouro e o propósito para sua vida. Aquela velha lição da bacia e da toalha que Jesus ensinou aos seus discípulos antes de ser entregue. Viva os propósitos divinos, sirva sem esperar recompensas, elogios ou ser tratado como astro e estrela.

 

Obrigado Senhor, por construir a minha história e me permitir estar no lugar certo no tempo certo para te servir ao servir alguém. Graças também pelas pessoas certas que tem sido colocado no meu caminho para me abençoar e me permitir ver o teu amor e cuidado. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s