A Casa da Mãe

Meditação do dia 07/03/2019 

 E a donzela correu, e fez saber estas coisas na casa de sua mãe.”  (Gn 24.28)

 A Casa da Mãe – Gosto de prestar atenção em detalhes, até pequenos detalhes dizem alguma coisa, afinal, foi para isso que eles foram colocados ali. Uma pequena informação pode fazer conexão com outras verdades ao longo das Escrituras e completar um quadro de fato importante. Hoje, com certeza não estou querendo levantar uma discussão ou polêmica e muito menos achar coisas a mais do que realmente está expresso, mas me chamou a atenção, o fato de que Rebeca após servir água para o Mordomo de Abraão e abastecer o bebedouro para os camelos, ela correu para notificar seus familiares do que estava se passando, e tradicionalmente, se diria que ela contaria isso na casa de seu pai, mas o texto diz que ela “…fez saber estas coisas na casa de sua mãe.” Olhando no contexto, lá no verso 50 está registrado a presença e a ação de seu pai juntamente com seu irmão; A pergunta que me vem em mente é: Será que essa família tinha uma forma peculiar com o poder matriarcal mais prevalecente que o patriarcal? Por outro lado, podemos estar lidando tão somente com uma situação de absoluta normalidade cultural, onde a filha iria se dirigir primeiramente à sua mãe e relatar assuntos importantes e então a mãe faria o repasse aos homens da casa. Mesmo estando a muitos anos de distancia daqueles eventos e nossa cultura ocidental, bem diferente em seus valores e pontos de vista da cultura oriental, é bastante comum em nossas famílias, haver certa afinidade em maior grau entre mães e filhas e pais e filhos; mas também não nos é estranho filhas e pais serem muito próximos e filhos e mãe também. As vezes esse papel de confidente e apoiador se altera de família para família. O princípio bíblico na criação de filhos e que a maioria dos cristãos entendem por um bom modelo, requer que haja canais de comunicação abertos e que os pais sejam acessíveis aos filhos num ambiente de confiança e segurança para ambos. A honra devida aos pais independem dessa boa qualidade de comunicação, pois os filhos são exortados biblicamente a respeitar e tratar com honra os seus pais, sendo isso, um mandamento com promessa: Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe, que é o primeiro mandamento com promessa; para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra” (Ef 6.1-3). O que Rebeca veio notificar sua família era até então apenas a presença de um visitante vindo da Palestina, servo de Abraão e que lhe dera umas joias muito preciosas e caras, como recompensa e gratidão pela gentileza dela e que eles precisavam de hospedagem para aquela noite. O melhor da festa ainda estava por vir!

 

Pai amado, graças de rendemos por teu cuidado para com os teus filhos, que andam na fé e na dependência do teu Espírito Santo. Estamos agradecidos por revelar através da história de Rebeca, como o teu poder e o teu governo estão à serviço daqueles que estão comprometidos com o teu reino. Tua fidelidade é grande, em todo tempo e o teu amor é generoso e abençoador. Que hoje seja um dia de grandes revelações do conhecimento da tua glória e graça em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s