A Luta dos Meninos

Meditação do dia 17/03/2019 

 E os filhos lutavam dentro dela; então disse: Se assim é, por que sou eu assim? E foi perguntar ao Senhor.”  (Gn 25.22)

 A Luta dos Meninos – As vezes é até engraçado pensar na vida antes dos modernos e sofisticados aparatos de que dispomos na atualidade. Pensando aqui na questão da natalidade, onde os governos tem de certo modo investido muito e cercado de bons cuidados para os filhos venham com boa qualidade de vida e possam se desenvolver saudavelmente. Os cuidado hoje, não ligados apenas à concepção, gestação e nascimentos, mas os cuidados com a saúde da mulher vem avançando e cobrindo cada vez mais áreas para desde crianças elas possam se preparar para tudo que diz respeito a sua vida e capacidades. Modernas, boas e seguras vacinas, tratamentos e cuidados preventivos fazem parte da rotina feminina, e para dizer a verdade, elas se cuidam muito melhor do que os homens, que ainda são “muito machos” para frequentar consultórios e fazer cuidados preventivos. Imaginemos, os vários cuidados com a natalidade que dispomos hoje e Rebeca não tinha e que poderia ter aliviado muito a suas angústias naquela que foi sua primeira e única gestação. Pra começo de conversa, ela já estava casada a vinte anos e acredito que mesmo assim, a presença da mãe lhe asseguraria uma condição mais tranquila, embora isso poderia ser suprido por outras mães da tribo. Até hoje, quando as coisas apertam todos, indistintamente, querem a mãe por perto. Mas mesmo sendo marinheira de primeira viagem, ela percebeu que algo não estava acontecendo como dizia os manuais, pois os bebês se mexerem ou chutarem no ventre é absolutamente normal e indica que tudo está se desenvolvendo bem. Mas com Rebeca não se tratava de “mexidas ou chutes” mais fortes. Era diferente, a ponto dela partir para uma campanha de oração, afinal ela seria a mãe de nações e seus filhos seriam herdeiros das promessas e alianças de Deus e aquela linhagem, mas algo a preocupava. Que bom que ela foi para a oração e buscar a Deus para aquilo que naquele tempo era humanamente impossível, como um ultrassom com imagens em 3D. Mas ao que tudo indica esses recursos já existiam no céu a mais tempo e Deus lhe disse que estava gestando gêmeos e mais do que isso, eles formariam duas nações, e mais, se pegariam durante todas as épocas de suas existências e um último detalhe: Preste atenção no menorzinho, ele prevalecerá sobre o outro. E não somente esta, mas também Rebeca, quando concebeu de um, de Isaque, nosso pai; Porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama), foi-lhe dito a ela: O maior servirá ao menor. Como está escrito: Amei a Jacó, e odiei a Esaú. Que diremos pois? que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma” (Rm 9.10-14). Não extremamente reconfortante saber que o nosso Deus tem o domínio, o poder e o governo de todas as coisas, e mesmo quando ainda não existimos nesse plano físico e material, já estamos dentro do projeto de Deus? Muitas dessas coisas, dificilmente vamos alcançar inteiro conhecimento ou entendimento nessa vida, mas podemos agir pela fé, pois o caráter de Deus é perfeito. No salmo 139, temos mais revelações sobre vida intrauterina com absoluta garantia de que ninguém é um erro ou acidente; mas que estamos dentro dos planos e propósitos do Senhor. Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem. Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas; as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia” (Sl 139.13-16). Gostaria de estimular-lhes a irem além do que estou escrevendo aqui e estudarem mais sobre isso nas Escrituras, será muito enriquecedor. Você tem uma história e ainda que esteja escrevendo parte dela hoje, ela foi planejada por Deus e você não é insignificante, inútil e nem um erro. Você é o melhor de Deus e extremamente valioso, pela sua criação, pelo amor divino dedicado e pelo preço da redenção que foi pago por você. Você vale muito e é muito importante.

 

Obrigado, Pai, pela história de cada um. Nenhum de nós somos insignificantes aos teus olhos, mas preciosos e úteis. Somos para o louvor de sua glória. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s