Seu Nome, Jacó

Meditação do dia 08/05/2019 

 “E depois saiu o seu irmão, agarrada sua mão ao calcanhar de Esaú; por isso se chamou o seu nome Jacó. E era Isaque da idade de sessenta anos quando os gerou.(Gn 25.26)

 O Seu Nome, Jacó – Já falamos bastante em meditações anteriores sobre os critérios que os pais utilizam para dar nomes aos seus filhos. Uns são criativos, inventivos e outros vão pela sonoridade de uma palavra e muitos outros partem para as homenagens de todos os tipos. Isso tem um forte componente cultural e quanto mais os anos vão se passando e a globalização se confirmando como uma oportunidade de uma grande aldeia quase sem fronteiras, isso dá acesso a uma gama de conhecimentos e aspectos de outras culturas que passam a ser admiradas e copiadas – e os bebês carregam essas marcas impostas pelos pais. Na antiga cultura hebraica bíblica, estaríamos lidando com os primórdios da civilização e ali estavam nascendo as nações e culturas que hoje consideramos antigas, firmes e influenciadoras, como é o caso da hebraica. Que segundo nos consta o Livro de Gênesis, esse nome vem de Héber tetraneto de Noé e sete gerações antes de Abraão. Para nós brasileiros que nascemos em 1500 d.c. eles são mesmos antigos. Voltando a nossa tese, Isaque e Rebeca escolheram o nome Jacó para o segundo filho, pela conduta, se assim pode ser chamado, ao nascer já vir segurando o calcanhar o seu irmão. Pareceu algo significativo, e visto como trapaça, ou seja, ele já escolhera “pegar uma carona” já que iriam para o mesmo lugar e assim ele economizaria esforços no seu primeiro trajeto de vida. Como os pais já estavam monitorando todos os movimentos deles, antes mesmo de nascerem, porque havia uma profecia sobre rivalidade e supremacia de um contra o outro. Entendemos e sabemos que eles também sabiam, que ao dar um nome a um filho, isso se tornaria determinante para a vida, o caráter e as características da pessoa. Começando pela repetição contínua da palavra ao chamar a criança. Assim todas as vezes que a criança é chamada ou seu nome é citado, se reafirma aquela verdade que o nome significa. Assim, nomes fortes, positivos, construtivos e abençoadores, sempre serão favorecidos. Mas não estamos dizendo que isso por si só é a fonte do sucesso e da prosperidade. Nada substitui a boa criação, com bons princípios, boa educação, bons exemplos e muuuuuuita disciplina e aplicação dos princípios da Palavra de Deus. Como a própria história de Jacó vai nos contar, um dia, a pessoa precisará ter uma experiência de encontro com Deus que a transformará de fato e de verdade, para realizar o projeto para o qual ela foi criada. Eu creio nisso.

 

Senhor, obrigado por prometer que na eternidade, todos receberemos um nome novo que só o Senhor e quem o recebe, sabe. Te louvamos por estar sobre nós a autoridade e o poder do nome mais poderoso do universo, o nome de Jesus, que alcançou isso pelo seu nascimento, pela sua obra e pelo consentimento do Pai, assim se tornando o nome sobre todo o nome, para o qual todo joelho se dobrará e toda língua confessará que ele é Senhor para glória de Deus Pai. A ele, nosso louvor, honra e glória em todo tempo, amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s