O Pecado da Ignorancia

Meditação do dia: 06/09/2019

  Então irou-se Jacó e contendeu com Labão; e respondeu Jacó, e disse a Labão: Qual é a minha transgressão? Qual é o meu pecado, que tão furiosamente me tens perseguido? (Gn 31.36)

 O pecado da ignorancia – No livro de Levíticos, onde foram promulgadas as leis cerimonias e os rituais do culto ao Senhor no tabernáculo e para a posteridade do povo de Deus, foi contemplada a expiação de pecados de ignorância. Isso acontece quando alguém inadvertidamente comete um ato infracional, uma transgressão contra um princípio estabelecido na Lei de Deus. Poderia ser algo cerimonial ou de prática, conduta. O fato da pessoa não estar ciente de que tal é errado, não o isenta da culpa e da responsabilidade. É claro que só ao tomar conhecimento é que de fato ela fica responsável por tal prática. Você já levou alguma multa de trânsito, sem ao menos saber? Eu já e muitos motoristas também e só ficamos sabendo quando chega a notificação do Detran. Até então, minha consciência estava absolutamente tranquila, mas ao ser notificado, tudo isso muda e como o sistema já envia a notificação com a foto da placa, raramente se consegue provar o contrário. Assim também era o preceito da lei dada a Moisés no deserto. O fato de não saber não torna ninguém inocente. Foi o caso de Jacó, que não sabia nada sobre ídolos na sua bagagem, muito menos que sua esposa havia praticado furto e furto de ídolos ainda. Ele reagiu baseado no conhecimento que tinha e estava seguro de estar certo. Por isso até subiu o tom com o sogro que já lhe vinha ”torrando a paciência.” Veja bem, depois de todo o “barraco” que Labão aprontou, vasculhando toda a bagagem e as tendas para confirmar suas suspeitas, elas não se confirmaram, para sua decepção; por outro lado ao não encontrar nada, confirmou a convicção de Jacó, sobre sua inocência. Nós, que estamos assistindo tudo de fora, sabemos que os dois estavam errados e em situações contrárias: Labão tinha de fato sido roubado ou furtado e tais objetos se encontravam em posse da família de Jacó, que por sua vez, Jacó não sabia de tal furto, porque ele estava ocupado com sua mudança e todos os cuidados sob sua responsabilidade e muito menos sabia que sua esposa havia se apropriado de qualquer bem da casa do pai dela. Ciente disso, ele altercou ao seu acusado de furto ou de acobertar alguém que tivesse praticado. Mesmo sendo ignorante, não inocente, isso trouxe consequências ruins para sua vida. A sabedoria nos ensina a cuidar muito bem de nossas palavras, para evitar danos e prejuízos, e tentar aprender a ouvir mais do que falar, para com certeza pecar menos. “O que guarda a sua boca conserva a sua alma, mas o que abre muito os seus lábios se destrói. (Pv 13.3). O Sábio, disse o seguinte: Guarda o teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal. Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma diante de Deus; porque Deus está nos céus, e tu estás sobre a terra; assim sejam poucas as tuas palavras (Ec 5.1,2). Pode suceder que eu ou você pensemos que temos todas as informações e estamos cobertos de razão e por isso tomamos certa posição ou atitude e depois chegamos a saber que nossa verdade não era tão estável assim, ou tinhas parte da verdade e já que duas meias verdades não faz uma verdade inteira, ao contrário, podem ser uma grande mentira; então cuidado, use a sabedoria e o bom senso, isso pode abençoar o nosso dia.

Obrigado, Senhor da verdade e conhecedor de todos os mistérios; autor da vida e justo em todos os teus caminhos e santo em todas as tuas obras, graças, por nos guiar por veredas planas que conduzem ao bom sendo e a maturidade. Permita que nossas palavras e atitudes honrem ao Senhor e produza edificação nas pessoas para te conhecem e experimentam o poder libertador da verdade. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

(PS: hoje, 06/09 completo 33 anos de ordenação ao ministério pastoral. Deus seja louvado por ter me sustentado e abençoado por todos esses anos.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s