Todas as Almas

Meditação do dia: 23/12/2019

 “Todas as almas que vieram com Jacó ao Egito, que saíram dos seus lombos, fora as mulheres dos filhos de Jacó, todas foram sessenta e seis almas.” (Gn 46.26)

Todas as Almas – hoje, tá com cara de família. As promessas da Aliança entre Deus e Abraão visavam formar uma nação, que seria grande e que passaria um tempo em terras estrangeiras, que lhes oprimiria até o tempo do resgate de Deus, para voltarem a Terra da Promessa. Então disse a Abrão: Saibas, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos, mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza. E tu irás a teus pais em paz; em boa velhice serás sepultado. E a quarta geração tornará para cá; porque a medida da injustiça dos amorreus não está ainda cheia (Gn 15.13-16). Gostaria de fazer alguns destaques dessa palavra profética que Abraão recebeu de Deus. A razão desses destaques é chamar a nossa atenção para situações previstas por Deus, que estarão dentro de uma ”normalidade” aceitável, para que o aprendizado seja pleno. Deus tem seus motivos para permitir certos acontecimentos, que durante a vigência deles é muito difícil para quem está dentro, mas que cumpre propósitos que só assim realizam perfeitamente os objetivos. Nós gostamos muito de que as coisas fossem mais fáceis, menos dolorosas e com o mínimo de estresse possível. Mas a vida é como ela é, não como desejamos ou sonhamos. Primeiramente Deus disse ao Patriarca que sua descendência seria peregrina em terra alheia. Ou seja, eles tinham a terra deles, mas precisariam por alguma razão viverem exilados em outras terras. Em segundo lugar, eles seriam reduzidos à escravidão. Para quem entrou no Egito com status de convidados especiais do faraó e tendo um descendente como homem forte na corte, a idéia de escravidão, era muito radical e estranha, mas era fato. Em terceiro lugar, o tempo difícil seria de quatrocentos anos. Imaginem vocês que toda a história do Brasil, desde o descobrimento tem 519 anos… eles passariam quatrocentos em cativeiro. Não se constrói ou forja uma nação em um ano, uma década. Quarto lugar, Deus julgaria tal nação antes de libertar os Hebreus. Aprendi algo muito interessante sobre julgamento divino sobre pessoas e nações. Para as pessoas Deus é sempre longanimo e aguarda o arrependimento e a conversão. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se (2 Pe 3.9). Porque pessoas tem acesso à redenção, poderão até mesmo ir à juízo na eternidade, afinal as pessoas são eternas, são espíritos criados por Deus à sua imagem e semelhança e são resgatáveis. Nações, povos, ou países, são apenas instituições, agrupamentos e se estribam em seus próprios conjuntos de características. Quando se corrompem, podem ir a extremos que se tornam irrecuperáveis e por isso, povos, nações e culturas nascem, crescem, chegam ao ápice e entram em decadência ou são até extintos por juízo divino. Exemplos: Sodoma e Gomorra, Nínive, Babilonia, e todos os grandes impérios que a história registra. E dirás: Assim será afundada babilônia, e não se levantará, por causa do mal que eu hei de trazer sobre ela; e eles se cansarão. Até aqui são as palavras de Jeremias (Jr 51.64). As pessoas tem a tendência de acreditar que se o juízo ainda não se manifestou, ele não virá. Deus não deixa injustiça passar batido. Em quinto lugar o povo sairia muito rico. A razão deles irem para o Egito, seria para se formarem como povo e se estruturarem dentro de um berço em condições de protege-los até o momento adequado, quando também a hora do juízo chegasse para os cananeus que seria exterminados pelos seus muitos pecados. As lutas e as provas podem ser instrumentos de Deus forjar nosso caráter, nos dar resistência e musculatura espiritual para a verdadeira missão de nossa vida.

Pai, obrigado por seu amor e seu cuidado. Cada alma é preciosa diante de Ti e somente o amor pode resgatar vidas, e demonstraste isso através de Jesus Cristo. Graças te damos pelas nossas lutas e provas, para que assim possamos crescer e aprender as lições que são importantes para o devido tempo. Abençoamos em teu nome, as pessoas que estão em momentos críticos, mas que eles sejam pacientes nas provas e perseverantes na oração e no louvor, te adorando em Espírito e em Verdade, mesmo diante de momentos difíceis. Tu és fiel e vai socorrer e abençoar a perseverança da fé de cada um de todos nós. em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s