Maravilhados

Meditação do dia: 16/03/2021

E assentaram-se diante dele, o primogênito segundo a sua primogenitura, e o menor segundo a sua menoridade; do que os homens se maravilhavam entre si.(Gn 43.33)

Maravilhados – Há muitas coisas que nos deixam maravilhados. Aquilo que para uns é inexplicável, para outros é absolutamente natural e pode ser até entediante. Quanto mais crescemos e nos sofisticamos, menos espaço vai ficando para as maravilhas, já que agora temos uma boa explicação para tudo, mesmo sem saber de fato os fundamentos daquilo. Alguns tempos atrás o Mister “M” apareceu no programa do Fantástico e acabou com a festa dos truques de mágica exibidos no mundo todo, revelando os bastidores. Nem por isso, as pessoas deixaram de se impressionar com os feitos bem elaborados, embora fica sempre a certeza de que é apenas uma ilusão, mas há uma explicação muito razoável. Aqui, na meditação de hoje, olhamos para o mesmo quadro por ângulos diferentes e assim temos as razões e as explicações, mas eles lá, naquela época, ao vivo, não tinham todos esses detalhes que temos. José impressionou seus irmãos no almoço oferecido, ao determinar onde cada um se sentaria, para ele não tinha nada de misterioso, ele era irmão deles e sabia a ordem de nascimento de cada um, simples assim. Eles ficaram maravilhados, afinal como um governador do Egito, que só os tinham visto uma única vez e o diálogo não fora tão intimista e familiar e agora ele colocara cada um assentado por ordem de nascimento? Certamente mais tarde, ainda naquele dia depois do desenrolar dos fatos e tudo esclarecido, algum deles poderia dizer: Estava muito suspeito o governador acertar a ordem de nascimento de todos sem nos conhecer, tinha algo de familiar ali, mas como iríamos perceber? Lá no interior do Brasil, o ditado é: “Depois da onça morta, todo mundo põe o pé na cabeça dela!” No mundo dos negócios, se diz: “Engenheiro de obra pronta.” Espiritualmente, uma proposta para nossa edificação é guiar-nos pela maturidade da fé, sem perder a essência e a pureza de vida que deve nos acompanhar por todo tempo. Paulo nos exorta: Irmãos, não sejais meninos no entendimento, mas sede meninos na malícia, e adultos no entendimento (1 Co 14.20). Simplificando a mensagem é: Cresçam mas não percam a simplicidade, aquela capacidade de ficar maravilhado com as coisas simples e puras. Não permitir que a dureza e aspereza da vida, nos conduza a um estado de esterilidade e uma visão opaca, sem graça de tudo, até das maravilhas de Deus. É incrível, mas é possível se acostumar mentalmente com as verdades e manifestações sobrenaturais de Deus na vida cotidiana, que se começa a ter uma atitude de apatia e racionalidade com verdades espirituais, de tal forma que a fé pode se tornar apenas um apêndice nas atividades da pessoa. Pode-se ficar tão insensível que o maravilhoso se torna matematicamente calculável e racionalmente aceitável. Nada mais é impressionante. Quando a vida de fé chega num estágio desse, com certeza ela está em declínio e estagnação, mas há uma explicação bem plausível, até quando não tem mais retorno. A igreja dos últimos dias na terra, corre o risco de ser morna, nem fria e nem quente; mas tudo muito articuladamente funcional e ativo. Cuidado! Gostaria de lembrar as palavras de hino das antigas, que nos servirá de palavras de oração para hoje.

Ao Deus de amor e de imensa bondade Com voz de júbilo, vinde aclamai!

Com coração transbordante de graças Seu grande amor, todos, vinde louvai

No céu na terra, que maravilhas Vai operando o poder do Senhor!

Mas Seu amor aos homens perdidos Das maravilhas é sempre a maior

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s