Ganharam Carros

Meditação do dia: 07/06/2021

“E os filhos de Israel fizeram assim. E José deu-lhes carros, conforme o mandado de Faraó; também lhes deu comida para o caminho.” (Gn 45.21)

Ganharam Carros – Podemos incluir no nosso cardápio de assuntos, um tema trivial como patrimônio, bens e acessórios. Começando pelo começo, o desenvolvimento da sociedade exigiu a utilização de tecnologias, criação de ferramentas e utilidades que pudessem facilitar a vida e o trabalho. Em termos jocosos, se entende que a vida do homem deu um salto de qualidade com a descoberta do fogo e com a invenção da roda. Claro que para nós, criacionistas isso tem uma validade até à página cinco. Diferentemente do homem das cavernas, Adão era muito mais inteligente e com capacidades, que acredito que ainda no século vinte e um, provavelmente ainda não atingimos. Parodiando um ex-presidente: “nunca, na história desse mundo, se viu alguém com as competências e capacidades de Adão e Eva.” Só para informação, no preparo para o dilúvio, Noé construiu aquela arca, que só recentemente, a Marinha Real de sua Majestade, replicou uma embarcação seguindo aqueles parâmetros e constatou quão boas são as medidas para a flutuação e navegabilidade. Palmas para o arquiteto e engenheiro naval que deu as plantas e as medidas para Noé. Faraó, autorizou, ou ordenou a José que colocassem carros, o que entendemos hoje por carroças e bigas para facilitar e agilizar os hebreus a virem para o Egito. Não deveria estar nos sonhos e planos dos irmãos de José um dia possuírem ou terem carros e bigas. Quando a bênção chegou na porta deles, veio montada e com certeza era uma frota para chamar a atenção do cortejo por onde passassem. Não podemos olvidar das perguntas que todos faziam, querendo saber o que significava aquilo, como se conseguiu tamanho favor do Faraó? Você tem carro? Quer ter? Precisa? Para os nossos dias, a mobilidade é essencial e os meios exigem pressa. Um carro é um utensílio tal qual um fogão para a cozinha; os nossos acessórios e utilidades existem para facilitar e agilizar os processos. Continuamos como servos de Deus e a administração desses bens está sob nossa responsabilidade. Ainda está valendo o ensino do Mestre que diz: “E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui” (Lc 13.15). Estou dizendo e ensinando que aquelas ferramentas que forem necessárias para o bom desempenho de nossa vida e serviço para o Reino de Deus, estarão disponibilizadas para nós. O capital investido é providencia divina, tal qual o pão de cada dia em nossas mesas. Não há pecado em ter e utilizar bens e meios que abençoam e potencializam os trabalhos. O perigo só aparece quando se tornam fontes de prazer e ostentação egoísticas. A teoria e a prática paulina visto em suas cartas revelam Deus como supridor abundante para seus filhos e cuida para sua obra não sofra prejuízos por falta de recursos. “Mas bastante tenho recebido, e tenho abundância. Cheio estou, depois que recebi de Epafrodito o que da vossa parte me foi enviado, como cheiro de suavidade e sacrifício agradável e aprazível a Deus. O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus (Fp 4.18,19). É responsabilidade do Senhor suprir e prover para os seus servos no cumprimento de suas tarefas. É responsabilidade do servo confiar na capacidade do seu senhor. Esse princípio é bem claro na Carta aos Coríntios: “Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não se alimenta do leite do gado?” (1 Co 9.7). Sirvamos com fidelidade e o que precisarmos para a execução de nossas tarefas e progresso do Reino, do qual somos embaixadores, será providenciado por Deus, o Senhor de todas as coisas. Ame as pessoas e utilize as coisas, nunca o contrário!

Pai, obrigado por fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos segundo o seu poder que opera em nós. graças rendemos por tudo que tens colocado à nossa disposição, de forma que a tua obra prospere e acrescente dia a dia sob nossos cuidados. Oramos por aqueles que estão em campos difíceis e onde há escassez de recursos, mas nada está fora do teu poder e propósitos. Pedimos a graça e a sabedoria para também sermos instrumentos para suprir onde recebermos instruções, sabendo que os recursos são teus e não nossos. Oramos agradecidos, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s