O Quinto

Meditação do dia: 15/07/2021

“Há de ser, porém, que das colheitas dareis o quinto a Faraó, e as quatro partes serão vossas, para semente do campo, e para o vosso mantimento, e dos que estão nas vossas casas, e para que comam vossos filhos.” (Gn 47.24)

O Quinto – Aqui no Brasil, há uma expressão utilizada como xingamento ou rogação de praga, onde se diz: “O quinto dos infernos.” A expressão até ganhou a conotação de ser um lugar para onde se vai ou se manda alguém ou alguma coisa indesejado; quando na verdade a expressão, segundo alguns historiadores surgiu na época do Brasil colonial, quando estava sob o domínio do império português, e nos tempos de Tiradentes, houve aquela insurreição contra o aumento dos impostos, mais precisamente a taxação sob a extração do ouro, e a taxa subiria para vinte por cento, ou seja, um quinto, daí a expressão, “ quinto dos infernos!” Isso aludia a pobreza e peso sob o qual a população já vivia e subindo mais ainda a taxa, a condição ficaria ainda mais difícil. Eles eram felizes e não sabiam!!!! Hoje temos impostos que atingem mais de 50% do preço do produto, o quinto seria o belo desconto. Mas a bem da verdade, não somos daqueles que rogam pragas, não xingamos e nem amaldiçoamos ninguém. Valorizamos a nossa vocação como filhos de Deus, que sabem utilizar o poder das palavras que são poderosas sementes, que produzem aquilo que profetizamos. Temos orado pelo nosso país e continuaremos na intercessão, crendo que o poder da verdade e da justiça prevalecerá sobre o erro, o engano e a corrupção. Somos semeadores de amor e fé, e sendo filhos do Reino, estamos conscientes que um dia, muito em breve, aquele que há de vir, virá e governará na plenitude do seu poder com justiça e santidade, para todo o sempre. O que hoje é igreja verdadeira, estará participando da administração sob a autoridade de Cristo e para isso estamos exercitando a nossa mordomia, fazendo o certo e suportando as intempéries dessa vida, em nome de algo maior e melhor. José, um administrador por excelência, lidando com o que tinha em mãos, impôs um sistema tributário à população egípcia que perdurou por muito tempo, baseado na cobrança de um quinto da produção, sendo que tanto as pessoas, como os produtos e insumos todos pertenciam e eram fornecidos pelo estado (Faraó). Essa alíquota permitiria que todo o pais se reestruturasse e voltasse a produzir alimentos em suas terras férteis no delta do Nilo principalmente. A Palavra de Deus nos recomenda fazermos a nossa parte na construção de uma sociedade melhor e mais próxima de conseguir suprir as necessidades. “Por esta razão também pagais tributos, porque são ministros de Deus, atendendo sempre a isto mesmo. Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra (Rm 13.6,7). Apenas para efeito de confirmação de princípio, gostaria de incentivar os irmãos à fidelidade à sua fé e a uma boa consciência diante de Deus e dos homens, não se valendo de pressupostos de que o estado gasta mal e não devolve em benefícios sociais pelos tributos recebidos e com isso fugir da responsabilidade de ser correto. O fato de alguém não ser um bom exemplo de administração e honestidade, não nos libera para entrar nas mesmas práticas. Nossa razão de servir e fazer as coisas certas está em um nível mais elevado. Também vivemos pela fé e é Deus quem cuida nós e é responsável por nos prosperar, não o estado, ou os políticos. “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, Sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis. Mas quem fizer agravo receberá o agravo que fizer; pois não há acepção de pessoas” (Cl 3.23-25).


 Senhor, nos consagramos a ti e confiamos que és Senhor de tudo e de todos e podes todas as coisas. Nossa vida está em tuas mãos, sob o teu governo e nisso descansamos e confiamos que estaremos bem, devido a tua fidelidade. Pedimos graça e força para persistirmos em fazer o certo e aquilo que esperas de nós, hoje e todos os dias, até que chegue o momento de reinarmos com Cristo no seu Reino e glória. Em nome de Jesus, oramos em fé, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s