Prostraram-se Diante de José

Meditação do dia: 24/08/2021

“Depois vieram também seus irmãos, e prostraram-se diante dele, e disseram: Eis-nos aqui por teus servos.” (Gn 50.18)

Prostraram-se Diante de José – Há coisas que sabemos, como também há coisas que sabemos que não sabemos, além daquelas que não sabemos que não sabemos. Tá meio confuso? Pois é o futuro tá logo ali na nossa frente, sabemos que ele está lá, estamos certos que está, mas não sabemos o que ele mostrará e nem o que faremos em relação a esses eventos possíveis. Uma das maiores fraudes e manipulações da vida é alguém tentar agir como se soubesse o que virá e ainda induzir pessoas a agirem como se fosse absolutamente certa a sua posição. Agir em fé, não é desse jeito e nem passa por esses processos aleatórios de erros e acertos. A fé se baseia e se firma em verdades da Palavra de Deus, sobre a base do caráter do Autor e Consumador da nossa fé. É incerto e invisível para mim, para nós humanos, mas não para Deus. Então quando Ele está envolvido, não há o que temer. Estamos acompanhando a vida dos meninos de Jacó, que para evitar um futuro “desfavorável a eles” agiram como se pudessem antecipar os fatos e corrigir o erro antes que viesse a acontecer; um erro chamado “José.” Na ótica deles, se esse rapazinho crescesse poderia ser problema para eles e anteciparam: “Antes que o mal cresça, corte-lhe a cabeça.” Tudo o que fizeram foi só para evitar que um dia viessem a prostrarem-se diante dele, como ele vinha sonhando e contando para eles. Eles não pensaram no contexto das coisas, nas condições de vida e da história quando isso um dia viesse a acontecer. Acreditavam num plano maior de Deus para a vida deles, mas estavam agindo para que coisas que não lhes fossem agradáveis não viessem a acontecer. Todos queremos evitar a dor e o sofrimento, a derrota e a vergonha ou situações que nos expõe a humilhação; ninguém quer passar por provação e nem situação de aperto e escassez ou privação. Mas muitas dessas coisas acontecem dentro de um contexto de aprendizagem que exigem uma dose de disciplina que voluntariamente não se tomaria aquelas decisões. Abraão foi homem de fé, rico, famoso por promessa divina, amigo de Deus, ouvia a voz de Deus, andava por fé e mesmo assim não foi poupado de provas, dificuldades, apertos, tensão e conflitos, falhas e erros, e nem por isso também deixou de ser a pessoa que foi. Aqui estamos vendo uma cena que por muito tempo a gente torcia para ver acontecer: Aqueles dez homens, prostrados diante de José. Eles já haviam feito isso antes, até mesmo sem saberem diante de quem estavam e depois quando souberam pela primeira, se apressaram ainda mais a se curvarem e prostrarem porque José tinha poder suficiente sobre eles e estavam na desvantagem e sob acusações de conspiração contra o estado. Aí, até eu, que sou bobo me prostraria. Mas hoje, não; Eles enviaram mensageiros a José, com pedido de perdão em nome deles e de um pedido do pai, e quando José chegou, chorando, compassivo e compreensivo para com eles, tratando-os por igual – de irmão para irmão; eles voluntariamente se prostraram diante de José. Agora era José, o líder, mas o irmão que merecia deles o reconhecimento e a honra; que perseverara na fé e na proposta de ser uma bênção na vida deles, ainda que não merecessem. Eles agora sabiam que José era um grande homem, não só de agora, no Egito, mas desde garoto lá em Canaã, ele já era grande o suficiente para fazer sombra sobre eles e foi isso que incomodava. Ninguém naquela época sabia que não sabiam. Até mesmo José já sabia o que ainda não sabia, mas tinha o tempo certo das coisas acontecerem. Se eu fechar essa meditação te perguntando e a mim também: Como você estará daqui a dez anos? Vamos aproximar a lente e focar mais perto: Qual o seu sonho ou desafio para até 31 de Dezembro de 2021?

Senhor, graças te rendemos por estarmos nas tuas mãos e com certeza é um ótimo lugar para se estar, quando não sabemos de nada e nossas capacidades são muito limitadas, mas estamos em comunhão com um Deus Todo-Poderoso que sabe e pode todas as coisas, assim, pedimos sabedoria e compreensão para lidar com aquilo que está fora do nosso conhecimento no momento, mas que podemos confiar que não estarem sozinhos e nem desamparados da tua graça e bondade. Oramos em fé em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s