Habitar e Viver

Meditação do dia: 30/08/2021

“José, pois, habitou no Egito, ele e a casa de seu pai; e viveu José cento e dez anos.” (Gn 50.22)

Habitar e Viver – Quando pensamos nos princípios espirituais que regem nossas vidas, a priori, olhamos como se fosse uma teoria possível, depois experimentamos de forma rasa, superficial e só com o amadurecimento e a prática é que de fato tornamos aquilo uma verdade fundamental e passamos a respeitar seu curso. Estou pensando agora, nas palavra escritas por São Paulo aos cristão Romanos, onde ele ensina: “E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito” (Rm 8.28). O texto em apreço inicia com “E sabemos” – eu sei, você sabe, ele sabe, nós sabemos… não é hipótese, é fato; isso já era consumado na vida do apóstolo e dos cristãos maduros, mas era de conhecimento dos demais, que também teriam suas oportunidades de experimentarem. Outro detalhe que pode ser curioso, mas é uma verdade subjacente do texto é “que todas as coisas contribuem juntamente…” Esse juntamente anexa outras coisas, situações e possibilidades, que somando-se formam um conjunto abençoador, mas não podemos prescindir de uma coisa em detrimento de outras, isto é, escolhermos o que queremos que aconteça, ou como aconteça e evitarmos aquilo que julgarmos que não queremos. O pacote todo é que produz a bênção toda. José não escolheu de livre vontade ir para o Egito quando adolescente, largando a família e os irmãos chatos e briguentos. Ele não escolheu servir até como escravo para ali aprender habilidades. Mesmo quando alcançou condições que poderiam utilizar para seu benefício próprio e assim alcançar a liberdade ele escolheu outra alternativa. Ainda quando foi a Canaã para sepultar seu pai, ele não escolheu ficar, ele voltou para o Egito. Era lá que ele vivia, que ele morava e era lá que Deus lhe havia prosperado e sua vida alcançara o seu propósito. Onde moramos pode ser muito bem onde vivemos ou vice-versa. Passar pela vida amaldiçoando, praguejando, infamando e difamando tudo e todos, sem nunca ter paz e não estar satisfeito em lugar nenhum significa que se está longe dos propósitos divinos para a vida. Acredito muito em ser útil e ser bênção onde estamos e enquanto estamos. Não devemos sair ou ficar só por conveniência ou insatisfação, mas orar, buscar e receber orientação clara de Deus sobre essas questões. Me incomoda ver pessoas que não param em lugar nenhum porque não estão felizes e por mais que mudem, transfiram, troquem de opções elas continuam infelizes e até afetam familiares e outras pessoas próximas. José afetou não só a si mesmo positivamente, mas sua família, sua tribo, o Egito inteiro e nações vizinhas, ele investiu sua vida toda ali e ali estava o significado que ele tanto procurou entender quando tinha sonhos na infância e adolescência.
Sendo que a nossa vida é para louvor, glória e honra do Senhor nosso Deus, então não é questão de ONDE, mas de COMO vivemos. “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (Jo 4.24).

Pai amado, Senhor nosso e Deus glorioso. Reconhecemos a tua boa vontade para conosco e desejamos servir de todo o nosso coração e compreendermos os caminhos que nos levam para a vida amadurecida, produtiva e abundante que há em Cristo Jesus. Todos os nossos dias nos foram dados para viver, servir e honrar ao Criador e podemos fazer isso sendo tudo aquilo para o qual fomos criados e preparados por ti. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s