Estrangeiros?

Meditação do dia: 16/09/2021

“Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;” (Ef 2.19)

Estrangeiros? – Com esse texto da meditação de hoje, pretendo fazer uma ponte ligando uma idéia que venho alimentando a algum tempo, que por sinal continuará alinhado com o propósito de meditar sobre a Palavra de Deus, também de forma temática, baseando-me também em personagens bíblicas cujas histórias considero relevantes para meu crescimento espiritual e humano. O texto escolhido para hoje pode não ser o tema e nem estar tão inserido na proposta, mas serve muito bem encabeçar. Outra questão é que entre os textos sobre José, que fechamos ontem e o próximo personagem, que mui provavelmente será Moisés, eu resolvi dar uma atenção a um tema feminino, mas nem por isso, mas pelo papel dessas mulheres na história de Israel e do povo de Deus no passado e que serve de lastro para muita coisa que conhecemos e experimentamos na Nova Aliança. Quero destacar nos próximos dias e inicialmente não pretendo alongar muito, mas estou pretendo escrever sobre algumas mulheres que originalmente eram “estrangeiras” (me permitam usar esse termo, que não é adequado para todas); por que elas adentraram no povo de Deus e cavaram seus espaços e foram pessoas muito importantes naquele contexto. Hoje então, não irei falar sobre nenhuma delas, dando um spoiler para vocês, mas apenas introduzindo o assunto dos próximos dias. Como servos de Deus, adoradores do Senhor único e Criador de todas as coisas e isso inclui todos os povos, sabemos que Deus não faz acepção de pessoas, “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas” (At 10.34) Deus é Deus e está muito acima dessas questiúnculas humanas separatistas e que gostam de segregar uns e superestimar outros, as vezes até rotulando de forma muito abrangente a todos, como se todos fossem iguais. “Meus irmãos, não tenhais a fé de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. Mas, se fazeis acepção de pessoas, cometeis pecado, e sois redargüidos pela lei como transgressores” (Tg 2.1,9). No trata diário como pais e como família sabemos que uma das coisas mais desiguais que existe é quando os tentam tratar a todos os filhos iguais, mesmo sabendo que são diferentes, com características, personalidades, gostos e preferencias. No afã de ser justos incorrem exatamente no contrário, sendo justamente injustos. Então, vou deixar em suspense os corações de vocês e o meu também, porque permitindo que o Espírito Santo nos oriente conforme a sua unção preciosa, vamos escrever seguindo a direção desse vento do Espírito e pode ser que nem utilizemos uma sequencia lógica, seja cronológica ou de determinados graus de importância e autoridade que elas exerceram. Bem-vindos às cenas dos próximos capítulos das mulheres super poderosas da nossa história.

Senhor Deus e Pai, agradecemos pelas pessoas que vieram a fazer e construir a história do teu povo aqui na terra e nos serviram de modelos e pudemos tirar lições de suas experiencias. Queremos demonstrar  respeito e consideração por cada pessoa que tem a sua história e como todo ser humano, precisa de redenção em Cristo Jesus. Obrigado pela minha vida vida e a minha história e de tantas outras pessoas que foram alcançadas pela graça infinita e bondosa do Senhor. Agrademos de coração, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s