A Mulher de Pilatos

Meditação do dia: 01/10/2021

“E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele.” (Mt 27.19)

A Mulher de Pilatos – A vida vale pela intensidade e qualidade com que se é vivida, não pela extensão de longevidade. As histórias de pessoas fantásticas, as vezes são descritas num único trecho minúsculo de registro. Nesses últimos dias estamos meditando na Palavra de Deus ao mesmo tempo que estudamos a vida de mulheres que fizeram a diferença nos seus dias e entraram para o povo de Deus, mesmo sendo de origem ou nascimento não ligado a Israel ou o povo escolhido. Nossa convidada de hoje, é outra joia rara das Escrituras, com um único registro no Evangelho de Mateus, sem ter seu nome citado, mas com evidencias muito fortes e suficientes para ser admirada e aqui, fazermos uma justa homenagem, honrando-a, porque ela honrou ao nosso Senhor Jesus e numa hora muito difícil de sua vida. Segundo registros históricos e até mesmo de literatura apócrifa, como o Evangelho de Nicodemos, essa mulher, esposa do Governador romano da Judéia, era uma nobre da corte romana, filha do Imperador César Augusto. Se chamava Claudia Procla e era simpatizante ou até mesmo uma prosélita do judaísmo, ou seja alguém que se converteu ao culto e à fé judaica. Precisamos registrar aqui, que se tratava de uma mulher inteligente e ativa na participação das ações de governo de seu marido e certamente estava plenamente inteirada das ocorrências dos últimos dias e do julgamento que Pilatos teria que realizar. Ela deve ter presenciado ou participado das conversas oficiais entre seu marido, o governador e os líderes religiosos e sacerdotes judaicos, por isso sabia do que estava acontecendo e tentou apresentar um modo de seu marido não proferir um julgamento injusto contra uma pessoa boa e inocente, conforme era a vontade dos religiosos que estavam armando uma cilada e precisavam da mão de Pilatos,  para sacramentar seus planos. Ao dizer ao  marido para que “não se envolvesse na questão desse justo,” ela se revelou como a única pessoa que fez alguma coisa, para livrar Jesus; havia muita gente assistindo, muitos tristes com os fatos, outros tantos estavam neutros, alguns sendo manipulados pelas autoridades, alguns inconsoláveis e até perdendo a esperança e a fé, mas ninguém agiu, só ela falou em favor do Mestre. Estamos conscientes do plano de redenção e da necessidade da paixão e morte de Jesus na cruz para cumprir as Escrituras e efetivamente realizar o sacrifício que salvaria a toda a humanidade. Mas ali estava a esposa do governador, crendo numa promessa de um Deus único e verdadeiro e tentando evitar que em um ato oficial seu marido cometesse o erro fatal que marcaria seu governo, sua vida pessoal e até mesmo seu próprio destino eterno. Registramos também, que este é também provavelmente, o único registro bíblico de uma mulher recebendo uma revelação de Deus em sonhos. Abraão, Isaque, Jacó, José, Salomão, Daniel, José, marido de Maria e tantos outros  receberam palavras de Deus em sonhos, mas a mulher de Pilatos, trás esse registro, ela sonhou com Jesus e seu sofrimento redentor e ela entendera que se tratava de alguém que o marido deveria protege-lo, ou agir com justiça e não participar de conspiração injusta. A ação dela, mostra identificação com Cristo, o que infere-nos uma manifestação de fé verdadeira e reconhecer o papel destinado a Cristo. Ela pode não ter conseguido na íntegra o seu intento, mas influenciou Pilatos, que mesmo vendido por seu orgulho e ter se acovardado diante dos gritos da multidão, ainda assim tentou evasivamente comutar a pena e livrar a Jesus do pior. “E, respondendo o presidente, disse-lhes: Qual desses dois quereis vós que eu solte? E eles disseram: Barrabás. Disse-lhes Pilatos: Que farei então de Jesus, chamado Cristo? Disseram-lhe todos: Seja crucificado. O presidente, porém, disse: Mas que mal fez ele? E eles mais clamavam, dizendo: Seja crucificado. Então Pilatos, vendo que nada aproveitava, antes o tumulto crescia, tomando água, lavou as mãos diante da multidão, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo. Considerai isso” (Mt 27.21-24). O Marido da irmã Claudia lavou as mãos, mas não lavou o coração. Esteve com o autor da vida diante de si no trono e deu-lhe um tratamento injusto e um dia as posições se inverterão e Pilatos estará diante de um trono e Jesus assentado e o julgamento será justo, muito justo, sem vingança ou revanche, mas será justo. Hoje, tal como naquele dia, todos nós, nos sentamos nos tronos de nossas vidas e julgamos e proferimos escolhas e sentenças. Um dia, todos, compareceremos diante de um grande trono e de um grande rei!!! Nossas decisões hoje farão toda a diferença naquele dia, pode acreditar.

Senhor Jesus, Rei dos reis e Senhor de senhores, comparecemos diante de ti com santo amor e reverencia porque o reconhecemos como nosso grande Deus e Salvador. Reconhecemos nossa condição de pecadores e necessitados de tua graça e bondade; sem as quais não seremos salvos e nem aceitos diante do Pai. Obrigado por dar sua vida por nós e entendemos o teu sofrimento e a tua morte, nossos pecados causaram o teu sofrimento, mas o teu amor é maior e cobre todos os nossos pecados. Obrigado. Te louvamos e agradecemos, ao Pai por realizar um projeto tão grande e tão complexo, mas sem deixar escapar nenhum detalhe. Agradecemos ao Espírito Santo por aplicar os benefícios da redenção em nossas vidas e nos selar como propriedades exclusivas de Deus até o dia o resgaste. Ao Deus único, Pai, Filho e Espírito Santo, a nossa fé e a nossa adoração. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s