A Tribo de Levi se Movimenta

Meditação do dia: 10/10/2021

“E foi um homem da casa de Levi e casou com uma filha de Levi.” (Êx 2.1)

A Tribo de Levi se Movimenta – “De onde menos se espera é que vem as melhores novidades!” Até parece que o ser humano é especialista em saber ao certo tudo que lhe cerca ou está por vir. Sem contar que o futuro é incerto, opaco e insiste em ficar no futuro; qualquer um que se atreva a antecipá-lo ou prevê-lo, com certeza é charlatão, a menos que esteja operando em nome daquele que conhece todas as coisas, e aí, já é outro nível de conversa. É muito gratificante esperar as promessas de Deus e depois começar a ver as cenas se montando e tomando forma e nesse sentido, é sempre surpreendente. A formação da nação escolhida foi permeada de fatos inusitados, inesperados e eventos “fora da curva” dos padrões considerados naturais e previsíveis aos homens. As doze tribos se formaram dentro de um contexto de família, que mais parecia uma colcha de retalhos e as ações de ciúmes e intrigas entre irmãos, eram abundantes e quem sabe, até suficientes para minar uma aliança que desse certo. Mas de certo e elas foram se estruturando e o povo crescendo, até deixar o próprio Faraó e o Egito preocupados e tomando iniciativas para coibir um crescimento que se tornasse uma ameaça perigosa para a estrutura dos governos das terras dos faraós. Em meio a tamanhas adversidades e no vigor de leis tão perigosas, as pessoas ainda estavam se casando e gerando filhos. Se tentarmos fazer um paralelo com os dias atuais, vamos encontrar as crises, mas com motivações tão adversas e distintas daquelas, porque a possibilidade de uma grande diminuição populacional, está já em curso e na atualidade, o número de pessoas em idade produtiva, está se reduzindo muito rapidamente e a estrutura que eles criaram para se sustentarem na velhice e a fase menos produtiva,  já não é capaz de suportar na atualidade, imagina no futuro. Tem mais gente idoso vivendo mais tempo, graças aos avanços da medicina, saúde, medicações e vacinas, que a faixa produtiva é menor e incapaz de prover para todos. Outro peso nessa balança inclinada, é que as novas gerações não estão mais querendo se casar e ter filhos e a média de nascimentos é baixíssima. (Veja entre os seus parentes, conhecidos e nas nossas igrejas). A geração de Moisés, Arão, Josué e companhia, foi levantada em tempos difíceis, e os pais foram ousados em Deus para se casarem e terem filhos, contra todas as tendências e probabilidades. É claro que não iremos incentivar loucuras e irresponsabilidades, para qualquer lado que queiram pensar. Dizem que “quem pensa muito não casa!” e acrescento por minha conta e risco: “Quem também não pensa, não é aconselhável se casar!” Mas se o amado (a) leitor(a) for alguém cristã(o) e tem compromisso com o propósito eterno de Deus, não acho que fugir da responsabilidade da paternidade/maternidade, utilizando os mesmos argumentos dos não cristãos e as mesmas desculpas egoístas do mundo, para produzir e consumir tudo que for possível consigo mesmo? Então acredito que precisamos revisar alguns conceitos e valores.

Senhor, queremos ser bênçãos e instrumentos em tuas mãos em todo tempo e em circunstancias especiais também. Acrescente a nossa fé e o nosso fervor pelo temor do Senhor e o desejo de edificarmos um reino que de fato, não será jamais abalado e só pela fé poderemos atingir esses alvos. Oramos por sabedoria e discernimento espiritual para sermos o teu povo em todo tempo e lugar, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s