Projeto Em Família

Meditação do dia: 18/10/2021

“E sua irmã postou-se de longe, para saber o que lhe havia de acontecer.” (Êx 2.3)

Projeto Em Família – Família se tornou um assunto e um tema de muita relevância para mim nos últimos anos, mais de dez anos pelo menos. Não que antes não tivesse relevância; mas o meu coração ganhou um incentivo quando minhas filhas chegavam na fase de adolescência e juntamente com tantos outros da igreja local, eu queria mais do que tínhamos até então. O gatilho para isso aconteceu quando li um material da UDF (Universidade da Família), um ministério extraordinário, de apoio e fomento à ministérios amplos sobre família; ela é aqui da cidade de Pompéia, próximo à Marília. Fiquei muito interessado sobre a versão cristã do Bar Mitzvah, aquela cerimonia de bênção e emancipação que os meninos israelitas recebem no início da adolescência. Essa busca consumiu a minha atenção e intenção e me levou a conhecer muito mais da importância das famílias e das bênçãos e alianças geracionais. Palavras como  “geração,” “descendência,” “posteridade,” “de geração em geração” parecem que se iluminaram na minha bíblia. Só pra registro, minhas filhas já são adultas e já sou até avô de um garotinho maravilhoso, o Dom. Aqui, estamos vendo o desenvolver de uma projeto gigantesco, que tomará proporções inimagináveis na história dos povos e nações e aos olhos humanos, parecia apenas uma família querendo proteger um bebê, nascido em meio a uma crise grave, onde as famílias estavam proibidas de terem filhos masculinos, sob risco de perde-los por decreto do rei, condenando a todos ao extermínio. Miriam, a irmã do bebê, que viremos a conhecer por Moisés, ela deveria ter entre cinco e dez anos, mui provavelmente sete ou oito. Por ser pequena, não deveria chamar tanto a atenção de estranhos ou curiosos, enquanto cuidava à distancia do irmão colocado num cestinho impermeabilizado, para flutuar calmamente nas águas do Nilo e em algum evento completamente aleatório, viesse a ser salvo, ou ser levado para longe em segurança e com novas oportunidades de ser resgatado e sobreviver. Vejo que, de qualquer forma, os pais e aquela família tiveram que abrir mão daquela criança e não deve ser nada fácil. Saber que alguém teve que chegar a esse ponto já é dolorido só de pensar; imagina ter que fazer essas escolhas. Aqui está um princípio muito importante da vida de fé: Tudo que podemos controlar, fica fora da ação de Deus. Ligo esse princípio ao outro dito por Jesus: “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom” (Mt 6.24). Ter dois senhores e como ter dois centros ao mesmo tempo – sabemos que é impossível, não funciona. Por mais dolorido, caro, difícil que seja, um, precisa ser destronado para o outro governar legitimamente. Os pais daquele bebê fizeram o melhor que podiam, o quanto puderam e quando esgotaram todos os seus recursos, eles se renderam – eles não podiam mais cuidar e garantir a vida do filho, mas Deus poderia e mesmo que eles não soubessem como, eles poderiam confiar na providencia divina. Amados, confiar, tomar essas decisões tão difíceis nunca foi fácil, nunca será e nem o Senhor espera que achemos isso fácil! Agimos pela fé! Agindo contra a razão, contra as emoções e o bom senso; mas precisamos agir. “E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus” (Fp 4.7). Não foi fácil para Joquebede, não foi fácil para Anrão, nem para Miriam e o pequeno Arão. Mas fizeram, isso é o que conta, por isso estão na história. Me faz lembrar a frase sábia: “Não é tolo aquele abre mão de algo que não pode reter para ganhar aquilo que não pode perder.”

Senhor, obrigado pelos projetos em família que conhecemos na tua Palavra e os outros tantos de pessoas que priorizaram servir ao Senhor e crer que a tua fidelidade prevaleceria e os teus planos eram, são e serão perfeitos em todo tempo. Graças pela proteção e cuidado a todos os teus filhos e pelo privilégio de vermos gerações de adoradores se levantando e proclamando a tua glória. Obrigado, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s