Movida Por Campaixão

Meditação do dia: 24/10/2021

“E abrindo-a, viu ao menino e eis que o menino chorava; e moveu-se de compaixão dele, e disse: Dos meninos dos hebreus é este.” (Êx 2.6)

Movida Por Compaixão – As pessoas sempre nos surpreendem. Nós nos surpreendemos até conosco mesmos. Um evento aleatório pode ser suficiente para produzir uma mudança importante em nossas atitudes e comportamentos. Um sorriso de uma criança conquista muito e faz alegria surgiu no nosso coração e sorrisos nos lábios. Mas o choro, ah! O choro de uma criança é capaz de provocar uma avalanche no coração de qualquer um. A princesa teve curiosidade para saber o que havia no interior daquela arca que flutuava entre os juncos nas margens do Nilo e foi surpreendida ao ver que era uma criança, que chorava e o choro do bebê moveu o seu coração para exercitar compaixão. Ela tinha que fazer uma escolha, como todos nós fazemos, entre o certo e o errado, entre o que é dever e o não se comprometer. Havia implicações de grande peso a ser ultrapassadas, pois havia um decreto do rei, que por acaso era seu pai; certamente as damas de companhia ali presentes sugeriram a ela o caminho mais prático e fácil: Não se envolver. Fechar ou cobrir novamente e ir se banhar em outro lugar onde não haja choro de crianças. Também, poderiam ter sugerido que soltassem na correnteza para seguir o curso do destino ou da sorte. Ela poderia tê-lo feito por iniciativa própria, ou até contrariando alguma criada que tivera se compadecido. Como Pilatos com Jesus, ela poderia ter lavado as mãos! Mas será que a vida dela seguiria normalmente como se nada tivesse acontecido? Alguém entre nós, já deixou passar uma oportunidade e não quis se envolver e se arrepende até hoje? Alguém entre nós, teve a oportunidade de fazer um bem importante e se omitiu e isso tem consumido sua alma? Alguém poderia ter evitado um mal e preferiu não se envolver e nunca se livrou do peso e das lembranças do que causou a sua omissão? Confesso que não tenho as respostas, e talvez nem mesmos as perguntas certas! A verdade é que os planos de Deus não podem ser frustrados e a sua sabedoria é infinitamente grande para permitir que uma omissão irresponsável de alguém, contrarie e estrague um belo projeto. Quando Moisés nasceu, a princesa do Egito já era adulta o suficiente para ser mãe ou adotar uma criança; isso indica que Deus já estava operando naquela situação preparando todas as coisas para dar as condições de Moisés sobreviver, ser criado e educado com o tipo de treinamento para cumprir o seu chamado. Ninguém sabia disso e também não precisavam saber, apenas estarem disponíveis para cumprirem o seu papel. Isso deve nos levar a pensar e refletir nas razões pelas quais Deus permite certos eventos em nossas vidas. Por que certas pessoas cruzam nossos caminhos e em tais circunstancias? Coincidencias? Destino? Ou providencias daquele que sabe todas as coisas? Sabiam que é possível ver uma situação calamitosa e não se “mover” de compaixão? Ou sente compaixão mas não o suficiente para se mover? “E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram, e espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo. E de igual modo também um levita, chegando àquele lugar, e, vendo-o, passou de largo. Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão” (Lc 10.0-33). Não é porque as pessoas não encontram situações de necessidades, mas cada um tem suas justificativas, como o sacerdote que talvez estivesse à caminho de ministrar algum ritual e não poderia se contaminar cerimonialmente. O levita, poderia estar atrasado para ministrar numa celebração e aquilo poderia exigir mais tempo do que ele dispunha… eu talvez…. você talvez…. nossa igreja também…. Alguém tem que correr riscos e contrariam o status quo, e qualquer que seja as razões, a princesa se moveu e agiu e isso me faz admirá-la profundamente, porque poderia coloca-la em choque com o rei e suas determinações. Mas ela fez!

Senhor, graças devemos render sempre ao Senhor, por cuidar para que os teus planos não sejam frustrados por falta de disponibilidade e recursos. O Senhor pensou em tudo e planejou tudo antes de iniciar os projetos. Aqui estamos hoje escrevendo e meditando sobre isso, porque tudo deu certo, porque tudo dará certo, a tua fidelidade e grande e o teu poder e tremendo. Graças, Pai, de coração, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s