Sugestão de Irmã

Meditação do dia: 26/10/2021

“Então disse sua irmã à filha de Faraó: Irei chamar uma ama das hebréias, que crie este menino para ti?” (Êx 2.7)

Sugestão de Irmã – A vivencia entre irmãos é um capítulo à parte da história humana. Nos registros sagrados da nossa Bíblia também essa relação é tratada como algo de muita importância e encontramos registros que expressam todas as possíveis manifestações sociais entre irmãos; desde as mais belas e protetoras, como as mais difíceis e reprováveis. Não poderia ser diferente, porque as famílias foram desde a origem, a base de todas sociedades e civilizações. Não  teremos como fazer registros aqui nesse meditação sobre todos os casos mas não podemos também deixar de trazer à nossa memória algumas das mais relevantes para efeito de comparação e reflexão. Tudo começa no começo é claro, lá em Gênesis e no começo de tudo. Caim e Abel foram os dois primeiros seres humanos a nascer na terra e protagonizaram as primeiras relações entre irmãos. Caim era habilidoso com agricultura e Abel com pastoreio de animais. Caim não era de levar a sério os ensinamentos recebidos dos pais e demonstrou não gostar de receber ordens ou ser contrariado; modelo típico de quem acha que sabe tudo e as coisas tem que ser da sua maneira. Isso se revelou quando assumiram suas vidas e foram cultuar a Deus. Caim foi reprovado por Deus e Abel foi aceito e foi aí que nasceu no coração desse rapaz o sentimento que o levou a desfecho fratricida, mesmo sendo alertado e chamado à mudança de atitude pelo próprio Senhor Deus. Sua expressão mais importante deixado para a posteridade foi: “Sou eu o guardador de meu irmão?” (Gn 4.9). Dois dos filhos de Noé tiveram que se virar nos trinta para corrigir uma ação inapropriada do irmão mais novo, logo após saírem da arca e os efeitos da nova realidade pós-diluviana afetaram o pai. Então tomaram Sem e Jafé uma capa, e puseram-na sobre ambos os seus ombros, e indo virados para trás, cobriram a nudez do seu pai, e os seus rostos estavam virados, de maneira que não viram a nudez do seu pai (Gn 9.23). Jacó e Esaú tiveram entreveros difíceis e só uma ação poderosa de Deus produziu uma reconciliação plena e amigável muitos anos depois. Os filhos de Jacó, já sabemos de cor e salteado, como reagiam fortes e unidos ainda que para produzir males a eles mesmos e aos planos de evitar que um deles sobrepujasse aos demais. A irmã do bebê hebreu colocado na carca e deixado nas águas do rio Nilo, teve uma atitude maravilhosa e muito esperta para a sua idade e seu plano funcionou perfeitamente bem. Ela vigiou o irmãozinho o tempo todo que esteve exposto aos perigos e ainda que seu coraçãozinho estive em disparada com o que poderia acontecer com ele ao ser recolhido pela comitiva da princesa, ela teve sabedoria e sagacidade suficientes para mudar a sua história. É muito interessante ver como ela foi precisa na sua intervenção, ao perceber a afeição da princesa egípcia pelo menino. Imagino que ela foi extremamente ousada para não deixar passar a oportunidade e sendo assim, podemos até pensar que a idéia da adoção partiu dela para a princesa, sem que ela tivesse tempo de pensar e ponderar melhor sobre o significado de tal ato. Quando Miriam disse a ela se queria que fosse chamado uma ama hebreia para criar o menino para ela, isso lhe pareceu uma ótima proposta, pois ela salvaria o bebê, que seria criado “para ela” e evitaria um choque maior com a autoridade do faraó momentaneamente. Essa irmã estava presente, vigilante, interveio com sabedoria e discernimento. Estar no lugar certo, na hora certa para fazer o papel certo. Isso pode nos inspirar e motivar muito em muitas situações.

Obrigado Senhor, por nos dar oportunidades de servir e podemos começar dentro de nossa própria casa, cuidando bem dos nossos familiares e ajuda-los a seguir o chamado e cumprir a missão recebida de ti. Oramos por bons relacionamentos entre irmãos em momentos difíceis no relacionamento e que haja paz e cura para os corações feridos. Agradecemos por aqueles irmãos que cumpriram papeis de pais e mães e foram cuidadosos e responsáveis por encaminhar os mais novos ao bom caminho. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s