O Negócio Foi Descoberto

Meditação do dia: 20/11/2021

“O qual disse: Quem te tem posto a ti por maioral e juiz sobre nós? Pensas matar-me, como mataste o egípcio? Então temeu Moisés, e disse: Certamente este negócio foi descoberto.” (Êx 2.14)

O Negócio Foi Descoberto – Temos um período da história da humanidade que nos  círculos acadêmicos ficou conhecido a “era das grandes descobertas, ou das grandes navegações.” É a designação dada ao período da história que decorreu entre o século XV e o início do século XVII, durante o qual, inicialmente, portugueses, depois espanhóis e, posteriormente, alguns países europeus exploraram intensivamente o globo terrestre em busca de novas rotas de comércio (Wikipédia). Não resta dúvida que o ser humano é curioso por origem, pois foi criado com inteligência e capacidade criativa e um mandado de crescer, conquistar e dominar sobre tudo; então isso  é um forte indício que a curiosidade e a sede por descobrir coisas novas e explorar mundos novos está embutido no nosso DNA desde o início. Pensando em atos morais e comportamentais, sabemos que a vida é cíclica e que os resultados do que fazemos aparecerão no devido tempo. Aprendemos e nos desenvolvemos muito como humanidade também pelo doloroso processo de aprendizagem por erros  e acertos; assim, como civilização, algumas gerações acabam pagando a conta dos erros de outras anteriores que fizeram escolhas erradas ou ruins. Também algumas gerações desfrutam de benefícios plantados por outras gerações. Há bem pouco tempo, acreditava-se que os recursos naturais do planeta eram inesgotáveis em proporção ao tamanho populacional e assim aconteceram corridas desenfreadas de crescimento populacional, industrial, exploração de recursos naturais e nenhum cuidado com manutenção ou uso racional e reciclável de lixos e resíduos e poluentes. Resultado: As novas gerações descobriram que a turma lá atrás estava errada nos seus cálculos e conclusões, deixando o planeta à beira da falência e estamos agora convivendo crises e mais crises de insuficiência e nos forçando a correr contra o tempo para reverter os erros do passado. Sorte nossa que haviam pessoas geniais e muito criativas que também deixaram legados extraordinários, que está nos ajudando a lidar com o presente e com esperanças de reverter o caos e já deixarmos um legado melhor para as próximas gerações. Bem, juntando a esses fatores uma pitada de verdade espiritual, sabemos que humanamente isso não acontecerá como eles estão pensando, mas Deus, o nosso Senhor, o Criador de todas as coisas, já incluiu tudo isso no seu plano de redenção; ele salva gente, restaura planetas e muda os tempos e as estações e no final de tudo isso há um arco-iris da misericórdia divina. Jesus falou disso: “E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio de dores” (Mt 24.6-8). “E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve; porque estas palavras são verdadeiras e fiéis (Ap 21.1,5). Nosso texto, sobre Moisés e suas experiencias iniciais no ministério de libertador dos hebreus, aponta para uma descoberta de Moisés sobre a descoberta dos seus erros no passado e a tentativa de manter “os negócios escondidos.” Sobre isso, sabemos que não dá certo e que no caminhar com Deus, fazer o certo porque é certo é prioritário. O Criador e Senhor a quem servimos sempre faz as coisas certas, do jeito certo para os propósitos certos e faz questão que seus filhos, servos e representantes também façam o mesmo. Cobrir erros com folhas de figueira como Adão e Eva; se disfarçar de pelos para se passar pelo irmão como fez Jacó; tingir a capa de sangue como os filhos de Jacó ou enterrar o cadáver na areia como fez Moisés e outros tantos exemplos bíblicos, já estamos “carecas” de saber que não dão certo. Olhemos o que o Senhor Jesus disse: “Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido. Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido; e o que falastes ao ouvido no gabinete, sobre os telhados será apregoado (Lc 12.2,3). Nosso desafio não é esconder mais bem escondido, criarmos códigos mais difíceis de serem decodificados, senhas indecifráveis, mas cada vez mais, andarmos na luz e fazermos o que é esperado de quem anda com Deus e o serve. Fazer o certo, porque é certo.

Obrigado Senhor, por amar a verdade e ser a própria verdade. Ela liberta e abençoa com paz os nossos corações. Somos teus filhos e temos um compromisso com a verdade e a comunhão contigo. Graças te rendemos, pela oportunidade de parceria na realização da tua obra e na construção do teu reino, que iremos herdar por Cristo Jesus. Em nome de quem oramos, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s