Enviado Por Deus

Meditação do dia: 06/01/2022

“Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó para que tires o meu povo (os filhos de Israel) do Egito.” (Êx 3.9)

Enviado Por Deus – O irmão Enéas era uma figura agradável de se conviver e um homem experimentado na vida, pessoas simples criada no campo e quando o conheci seus filhos eram ainda jovens e adolescentes, todos muito alegres e hospitaleiros, moravam na pequena Aimorés, em Minas Gerais, nas margens do Rio Doce, divisa com o Estado do Espírito Santo. Eu era um jovem recém ordenado ao ministério e fui ali para servir naquela igreja cobrindo uma licença médica do pastor. Um dia ele me perguntou na linguagem do homem da roça: “Pastor, o senhor acredita que há pessoas que ouviram um assobio e não um chamado para o ministério?” Primeiro achei engraçado a linguagem e depois admirei a sabedoria e a percepção por trás daquelas palavras. Vendo esse tema pelo prisma bíblico, não é de se duvidar que pessoas se prontifiquem a fazerem coisas por muitas razões e algumas nem são tão nobres e piedosas. Jesus também deparou com isso nos seus dias de ministério terreno. Lucas registrou o que tres pessoas ao interagirem com o mestre, dois se ofereceram para servi-lo e um foi chamado por ele para se dedicar ao Reino de Deus. As respostas de Jesus a eles nos ensinam muito. Ao primeiro: “E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. Ao segundo: Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu vai e anuncia o reino de Deus. Ao terceiro: E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus” (Lc 9.58,60,62). Uns querem se engajar por conveniência, outros por status e outros quando for favorável todas as condições ao seu redor. É bom quando se entende que as posições, funções e responsabilidades no Reino de Deus não são para dar autoridade, prestígio e poder; o ministério é para servir! Todos somos servos de Deus e de Cristo. Fomos comprados e libertados do império das trevas que nos mantinham cativos e à caminho da morte. “Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus” (Ef 2.5,6). Também é bom entender que Deus não nos reduziu a condição de escravos ou servos, pois sabemos que fomos comprados e adotados como filhos, tornando herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, segundo ensinado em Rm 8. Nossa condição de servos é escolha nossa, por resposta de gratidão ao amor de Deus demonstrado por nós. “Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que, tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues. E, libertados do pecado, fostes feitos servos da justiça” (Rm 6.16-18). Moisés foi enviado por Deus à Faraó, ele foi chamado, treinado, capacitado e no momento certo ele foi enviado. Pode haver variações desse modelo, mas o padrão é esse mesmo. Há espaço para todos servirem e há até mais trabalho do que servidores.

Pai, obrigado por chamar e preparar os teus filhos para servirem nas lidas do Reino que é de todos nós, pois o herdamos em Cristo pela redenção. Graças podemos dar pelo privilégio de servir e assim abençoar outros no Corpo de Cristo, que é a igreja. Nos colocamos à disposição para sermos instrumentos de acolher e suprir as necessidades dos demais participantes da vocação celestial. Oramos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s