Não Vá Muito Longe

Meditação do dia: 26/07/2022

“Então disse Faraó: Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao Senhor vosso Deus no deserto; somente que, indo, não vades longe; orai também por mim.” (Ex 8.28)

Não Vá Muito Longe – Quando alguém precisa de uma grana extra e vai pedir um empréstimo ao banco, ela diz quanto precisa ou pretende pegar e o representante do banco diz quanto irá pagar de juros e taxas e quais as condições; ele concorda ou não pega! O banco faz as regras e pronto! “O rico domina sobre os pobres e o que toma emprestado é servo do que empresta” (Pv 22.7).Veja uma intromissão de Faraó, querendo regular aquilo que Deus determina, como se ele tivesse poder ou autoridade para se intrometer. Deus disse para os israelitas irem adorá-lo, no deserto, numa caminhada de três dias, e foi isso que Moisés comunicou ao Faraó, com o devido respeito, solicitando a permissão para  todos saírem para essa celebração a Deus. Faraó então a princípio resolve dar uma de chefão todo poderoso e não deixar ninguém ir e ainda agravou a condição de serviço e escravidão. Quando as pragas lhe sobrevieram e ele se viu pressionado por forças além de sua compreensão, resolveu se intrometer, deixando, mas dentro de suas condições. Faraó é uma figura do mal, do governo do mundo e das forças do mal, contrárias a Deus e ao seu povo. Eles querem regular a adoração a Deus, quem dizer quando, onde e como se pode servir a Deus e insistem em que façamos do jeito deles. Aqui ele diz que vai deixar, até pede orações em seu favor, MAS… não vá muito longe; isto é, não saia da minha vista e nem da minha influencia. O culto é para o Deus de vocês, o serviço é de vocês e a fé será fortalecida, mas as regras são minhas. Isso é o que o mundo quer! Isso é o que a oposição deseja, que tenhamos nosso relacionamento com Deus, mas do jeito deles e sob as condições que eles querem ou aceitam. Não! Servimos ao Deus único e verdadeiro, o Criador de todas as coisas e que as sustenta pela palavra do seu poder. Não ceda ao desejos e ofertas do mundo. O retiro é nosso, a fé é nossa, e a forma como servimos a Deus é a que ele estabelece. A Bíblia é a nossa regra de fé e prática, sempre. Não somos fanáticos, não somos extremistas e não praticamos nada que contrarie as boas normas de conduta e bem-estar da sociedade e das pessoas envolvidas. Amamos a vida e valorizamos as pessoas. Nada em nossas liturgias oferece perigo ou risco para a segurança das pessoas. Vamos longe, vamos fundo e vamos alto, bem alto, para glória de Deus!

Senhor, nos submetemos a ti como autoridade máxima em termos de fé e prática e só o Senhor é digno de receber a nossa adoração. Nosso culto é para a tua honra e glória. Em nome de Jesus, amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s