Ainda Esta Vez

Meditação do dia: 02/08/2022

“Mas endureceu Faraó ainda esta vez seu coração, e não deixou ir o povo.” (Ex 8.32)

Ainda Esta Vez – A luta do bem contra o mal é sempre constante. Na verdade, nem sei se podemos falar de “luta do bem contra o mal,” pois na verdade, o bem é sempre pacífico e construtivo; o mal é que é perturbador e inquieto, nunca se satisfazendo com o que tem, mas procura corromper e destruir tudo que está ao seu alcance e assim força uma luta. Pessoas de bem, são maleáveis e se dispõem a construir relacionamentos saudáveis e duradouros. No processo de libertação que acontece na vida humana, o mal está sempre rondando a porta dos justos e forçando escolhas que a graça de Deus capacita a seus filhos fazerem boas decisões. Literalmente, lá no Egito, o Faraó queria fazer prevalecer a sua vontade, não apenas sobre os seus súditos, mas também sobre a vontade de Deus para os hebreus. A Bíblia recomenda que tenhamos boas atitudes para com as autoridades civis e legítimas, devemos cooperar e agir de forma construtiva. Quando porém, essa autoridade tenta se colocar acima de nossa fé e se propõe a resistir a verdade de Deus, então somos chamados a tomar uma posição de fé. Nossa atitude deve ser a de priorizar a vontade de Deus e a nossa fé, sem contudo deixar de arcar com as consequências civis impostas pela lei. Digamos que o estado nos proíba de cultuar a Deus, com pena de prisão em caso de desobediência. Nós optamos por desobedecer e cultuar a Deus, e aceitaremos ser detidos sem oferecer resistência. Se nos proibirem de pregar o Evangelho, seremos criativos, mas jamais deixaremos de cumprir a ordem do Senhor Jesus; mas nos submeteremos as consequências da nossa atitude de resistência. Em muitas situações seremos contemplados com livramento milagrosos e em outras não haverá livramento e contudo a vontade do Senhor permanecerá no centro de nossas vidas. O endurecimento do coração de Faraó, mais uma vez, confirma que a libertação verdadeira é produzida por obra de Deus. Uma grande lição que podemos tirar da experiencia macro, da libertação dos israelitas no Egito, é que ainda que as circunstancias digam, se mostrem contrárias, elas nunca superarão a verdade da promessa de Deus. Eles estavam ali naquela condição ruim, à muitos anos, muitos nem conheciam a Deus e só ouviram dos seus pais e anciãos que havia uma promessa de libertação e uma terra boa para onde iriam um dia. Nada se mostrava favorável, mas Deus se revelou a Moisés e Arão e disse que estava agindo para cumprir a promessa feita por ele à Abraão, Isaque e Israel. Ainda que o Egito inteiro e Faraó com todos os seus poderes, nada impediria o cumprimento da promessa de Deus. Quem tem uma promessa de Deus, tem algo muito firme e que ninguém e nada é capaz de impedir. Não desista das promessas de Deus. Nunca!

Senhor, nós confiamos em tua Palavra e sabemos que ele não falha e que o Senhor não tarda em cumprir. Somos adoradores do Deus Criador e sustentador de todas as coisas pela Palavra do seu poder. Em Cristo nós temos o cumprimento de todas as tuas palavras. Nos submetemos à tua sabedoria e no devido tempo tudo se encaixa e acontece, porque poderoso é o Senhor nosso Deus. Oramos agradecidos em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s