O Uso da Força

Meditação do dia: 05/08/2022

“Porque se recusares deixá-los ir, e ainda por força os detiveres,” (Ex 9.2)

O Uso da Força – Todos sabemos de cor e salteado que Deus é Onipotente, isto é, tem todo o poder, além de ser Onisciente e Onipresente, então medir forças com ele não é sinal de inteligência. Desafiar alguém com tal capacidade, chega a ser um absurdo. O sábio rei Salomão, escreveu o seguinte: “Não há sabedoria, nem inteligência, nem conselho contra o Senhor” (Pv 21.30). Moisés compareceu diante do Faraó para lhe reafirmar o que já lhe fora dito antes da parte de Deus: “Deixa o meu povo ir para me servir…” Isso já lhe havia sido dito antes e ele havia resistido e confrontado a Deus, não permitindo que o povo saísse e ainda acrescentou mais sofrimento e opressão. Conhecedor do coração do rei, Deus já antecipara que ele seria muito resistente e só mesmo com muita força e poder é que ele deixaria a nação israelita sair. O pecador sempre é avisado e advertido em tempo suficiente para mudar de atitude e arrepender-se para ser abençoado e não receber o justo castigo que merece. Não seria nenhuma novidade se o rei intentasse fazer uso da força, através dos seus exércitos para pressionar os escravos a desistirem da sua liberdade. Podemos aplicar aqui à nossa vida, sobre os meios utilizados para cuidarmos das coisas em torno de nossas vidas. Sempre há mais que uma opção de fazer as coisas; do jeito de Deus ou do nosso jeito. Quando recebemos uma ordem, instrução ou mandamento de Deus, isto constitui uma tarefa, que por sua vez é uma serviço à Deus e como tal seria razoável reconhecermos como culto a Deus. Tudo que fazemos, devemos fazê-lo como ao Senhor para lhe agradar, acima da vontade humana, que pode ser a nossa mesmo, ou de quem está em autoridade sobre nós. “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens, sabendo que recebereis do Senhor o galardão da herança, porque a Cristo, o Senhor, servis (Cl 3.23,24). Faraó recebeu uma ordem de Deus e devia servir ao Deus de Israel e ser ricamente abençoado e recompensado, mas escolheu ser ele mesmo o centro do seu mundo e ao bater de frente com Deus, ele certamente não prevaleceria. Quando somos instruídos pela Palavra de Deus, ou através de seus mensageiros, os líderes da causa do Evangelho, podemos escolher imediatamente nos submeter ou fazer do nosso jeito e confrontar a vontade do Senhor, que já sabemos é sempre boa, agradável e perfeita. (Rm 12.2). É inútil medir forças com Deus, aprendamos isso o quanto antes, para evitar dissabores e entrarmos logo na herança que Ele mesmo já preparou para nós.

Senhor, nos submetemos a tua perfeita vontade, sabendo que os teus planos são bons e muito elevados acima dos nossos. Não mediremos forças contra ti e sempre queremos manter uma atitude e uma postura de adoradores e filhos que te servem voluntariamente, de todo o coração. Essa é a nossa oração, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s