Esta Vez

Meditação do dia: 14/08/2022

“Porque esta vez enviarei todas as minhas pragas sobre o teu coração, e sobre os teus servos, e sobre o teu povo, para que saibas que não há outro como eu em toda a terra.” (Ex 9.13)

Esta Vez – Era uma vez… Nos tempos… Quando… Em algum lugar distante… Estas são as frases iniciais de muitas histórias que nos são contadas e ou que os autores fazem uso para iniciar uma narrativa. Desta vez, estou dizendo que “Esta vez” foi a maneira que Deus falou ao Faraó que iria iniciar uma nova fase no relacionamento entre eles. Moisés foi enviado a lhe transmitir uma palavra que Deus estava mudando de nível as suas ações contra Faraó. Deus conhecia aquele rei, por dentro e por fora! Deus conhecia as suas intenções e não estava sendo surpresas à cada nova situação que lhe era proposta. No diálogo inicial do chamado de Moisés isso fora pautado, que o Faraó resistiria e só mesmo por uma mão forte, ele permitiria a saída dos israelitas do Egito. A cada nova ação, também era uma nova oportunidade do rei se humilhar, se quebrantar diante do Deus Todo-Poderoso e receber uma bênção e não um castigo. Deus é um pai abençoador, generoso que tem prazer em dar boas dádivas a quem quer que seja. Uma verdade muito importante que não podemos tirar de diante dos nossos olhos ao estudarmos a história do povo de Deus, levando em consideração que somos a continuação do povo de Deus. É que o chamado de Abraão foi para ser um abençoador para todas as nações, todas as famílias da terra.  Israel é descendente biológico e espiritual das promessas, das alianças e das bênçãos prometidas à Abraão. Hoje, nós somos o Israel de Deus, “E a todos quantos andarem conforme esta regra, paz e misericórdia sobre eles e sobre o Israel de Deus” (Gl 6.16). O Egito acolheu José e Jacó, e ali eles se tornam uma nação e o Egito foi grandemente abençoado enquanto abençoou o povo de Deus e dele cuidou. Esse Faraó e esse Egito poderia também colher as bênçãos do Deus Criador, tão somente se colocassem na condição de humildade e permitisse o favor do Senhor lhes alcançar. Como estavam resistentes, perversos e dispostos a arrasar com o povo escolhido, pesava sobre eles o inverso da bênção. Esta vez, agora, Faraó receberia no seu coração, na sua vida e na vida do seu povo uma dose maior de pressão, através de pragas. Foi escolha dele! É escolha sua, escolha minha, o que vem sobre nós. Esta vez, pode ser a oportunidade de dizer ao Senhor que nos rendemos, nos humilhamos, acolhemos o seu governo e a sua Palavra.

Senhor, obrigado por estender a misericórdia e a graça a todos os nós, todos os dias. Pedimos perdão e nos humilhamos diante de ti, e pedimos ajuda e discernimento para agirmos no poder do Espírito Santo, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s