Cantar os Feitos de Deus

Meditação do dia: 09/01/2023

“Então cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR, e falaram, dizendo: Cantarei ao SENHOR, porque gloriosamente triunfou; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro.” (Ex 15.1)

Cantar o Feitos de Deus – Cantar é uma forma de fazer declarações verdadeiras e sinceras que brotam do fundo do coração. Isso pode e deve muito ser utilizado para expressar a nossa fé e a nossa gratidão a Deus por tantas coisas boas e bênçãos que acontecem todos os dias em nossas vidas. Preciso concordar com as críticas de que falamos e argumentamos muito, teorizando sobre o que cremos e pouca coisa sai da esfera teórica para a verdadeira prática. Uma dessas questões é a adoração. Somos adoradores por natureza e propósito; mas temos mais falado do que praticado. Quando vem em nossas mãos algum material sobre meditação, contemplação e solitude, ficamos entusiasmados e concordamos que é maravilhoso; mas quantos saem para a experimentação? Chamamos nossas cantorias de “adoração” e qual foi a última vez que prostramos com o rosto no chão em adoração, por quebrantamento, entrega e desejo de realmente estar ali e naquela posição? Estou me incluindo em tudo isso e mais um pouco. Até alguns tempos atrás a\inda se dava muitas oportunidades para se testemunhar nos cultos públicos nas igrejas, aquilo fazia parte da liturgia e aos poucos foi diminuído e o espaço ocupado por outras demandas mais dinâmicas e necessárias, ainda que não mais espirituais ou edificantes. A Palavra de Deus, que é o que é, foi escrita em forma de literatura, contanto e narrando as experiencias de vida, vividas do povo de Deus e de outros povos e pessoas. Suas experiencias são descritas e suas atividades do cotidiano refletiam a fé delas e as bênçãos recebidas que se tornavam culto de adoração e celebração espontâneas. Aquelas pessoas cantam a alegria do nascimento de seus filhos e netos; cantavam as colheitas e os suprimentos; celebravam as vitorias sobre as enfermidades e as curas feitas por Deus; até mesmo as guerras e combates literais, para proteger suas terras, bens e famílias… tudo terminava em culto, cânticos e celebrações. Os heróis cantavam seus louvores atribuindo à Deus a graça de serem vencedores e assim, em tudo e sempre Deus era lembrado e adorado. Podemos refletir e essas reflexões devem nos conduzir a uma prática experiencial de adoração, louvor e cantarmos os grandes feitos de Deus em nossas vidas. Vemos inúmeros exemplos disso nos salmos e em toda a Palavra de Deus. Destaco aqui, um desses trechos maravilhosos. “Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e não te esqueças de nenhum de seus benefícios. Ele é o que perdoa todas as tuas iniqüidades, que sara todas as tuas enfermidades, Que redime a tua vida da perdição; que te coroa de benignidade e de misericórdia, Que farta a tua boca de bens, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia” (Sl 103.1-5).

Senhor, te adoração e agradecemos por nossas vidas e os grandes feitos do Senhor que tem feito muito bem a todos nós. tudo de bom que há em nós, foi obra tua e por cada uma delas nos rendemos em adoração e gratidão, em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s