Orações Insensatas

Meditação do dia 27/04/2016

Jó 6.8 “Quem dera que se cumprisse o meu desejo, e que Deus me desse o que espero!

Orações insensatas – Entre as muitas coisas que fazemos, das quais não há motivos para orgulho está algumas orações completamente insensatas e egoístas. Para nosso alívio, Deus é infinitamente sábio e comprometido com seus projetos e não embarca na nossa canoa furada. Que o ser humano é falho, não há nenhuma novidade nisso; que somos facilmente enganados por nossas emoções ou por conhecimento parcial de fatos em que baseamos certas decisões e então descobrimos que não foi um boa coisa que fizemos. Algumas decisões que tomamos podem ser irreversíveis e aí o prejuízo é irreparável, com danos permanentes. Em outras situações, os danos são temporários e apenas atrasam ou demandam mais recursos que o previsto originalmente, ou substituições não previstas. Buscar a maturidade e a comunhão de idéias com Deus, é o alvo a ser perseguido e aprender a orar com quem melhor entende disso, o Espírito Santo, que tem a mais estreita comunhão com o Pai e o Senhor Jesus. A questão, não é orar muito, ou por longos períodos de tempo, mas orar de maneira eficiente e em concordância com a Palavra e a vontade de Deus. O nosso amigo Jó, era uma pessoa piedosa, íntegra, reta, temente a Deus, pois foi o próprio Senhor nosso Deus que disse isso a respeito dele. Contudo, Jó, ainda era humano e como tal, reage sob pressão de forma humana; e temos que concordar, que ele foi muito positivo, muito espiritual e equilibrado, levando em consideração o contexto em que tudo estava acontecendo. Mas o nosso texto de hoje, mostra que ele sentiu e sentiu muito o peso da angústia e do sofrimento físico e emocional, pois os acontecimentos vieram de uma só vez, sem tempo de intervalo, que lhe permitisse assimilar um golpe após outro. Quando ele falou que seria bom receber o que queria, ele estava se referindo à morte, como seria bom se Deus o recolhesse e assim ficaria livre daquele sofrimento e tormento. Creio que pessoas em estado de enfermidades, com dores constantes e sem alívio, sem condições de repouso físico por não poder sentar, deitar, ficar de pé, dormir, encostar, etc. fica emocionalmente instável e irritadiço…. e quando tem ainda visitas que fazem perguntas e ficam sugerindo coisas… a “tolerância zero” é quase aceita como normal. Será que mesmo num estado assim, a pessoa realmente sabe o que é melhor para ela? Ela tem o direito de exigir e aceitar a eutanásia? A morte vai mesmo solucionar “todos” os problemas? Como eu sei que nada sei, então já sei que não sei que o sei realmente é o que sei…bom, deixa prá lá, tá ficando confuso demais… mas Deus sabe, e o plano dele ainda prevalece sobre os meus e sobre os seus e isso é o que conta!

 

Senhor Jesus, um dos teus títulos é: Pai da eternidade; isso significa que o Senhor conhece e sabe tudo de eternidade e do que acontece nela, além daquilo que já sabemos ou imaginamos que sabemos. Sei que o teu caráter é santo e perfeito, e que cuida de cada um de teus filhos, dando-lhes o melhor, o teu melhor. Graças de dou por escrever a minha história e mesmos nos trechos mais difíceis, nunca me deixastes só e desamparado. Mesmo quando penso que fiquei só, a tua Palavra diz que em qualquer lugar e situação a tua mão me guiará. Me mantenha com ânimo forte e visão focada em ti. Admito que o teu tempo e a tua maneira é a melhor, sempre! No teu precioso nome, eu oro agradecido.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s