Quando se Sai do Egito

Meditação do dia 24/09/2016

Sl 114.2 “Quando Israel saiu do Egito, e a casa de Jacó de um povo de língua estranha, Judá foi seu santuário, e Israel seu domínio.

 Quando se sai do Egito – Quanto mais conhecemos a Palavra de Deus, mais interessante ela se torna e os temas por ela abordados, tomam relevância cada vez maior em nossos estudos, devocionais e nas observações. Já notaram quantas vezes, é novamente citado para o povo de Deus a sua saída do Egito? Provavelmente todos os escritores sagrados tratam desse assunto de uma forma ou outra. Nos Salmos isso é muito recorrente. Mesmo nos dias dos peregrinos que saíram e por quarenta anos caminharam pelo deserto até chegarem na Terra Prometida, diariamente eles eram relembrados. Se tal fato acontece, é porque é significante e dentro dos propósitos eternos de Deus isso deve ser algo para não ser esquecido jamais. Desde a promessa feita à Abraão, centenas de anos antes mesmo da nação existir, essa operação de resgate já estava em Pauta. “Então disse a Abrão: Saibas, de certo, que peregrina será a tua descendência em terra alheia, e será reduzida à escravidão, e será afligida por quatrocentos anos, Mas também eu julgarei a nação, à qual ela tem de servir, e depois sairá com grande riqueza” (Gn 15.13,14). Essa previsão se cumpriu e eles se formaram nação dentro do Egito, o maior e mais poderoso império da época; e quando se fez necessário, a presença de Deus se revelou na história daquelas pessoas que sabiam por informação dessas promessas de Deus, mas a maioria delas não conhecia a Deus como seus patriarcas. Uma das razões da revelação de Deus, mais do que livrar alguém do sufoco, é permitir que conheça a que deve servir numa experiencia totalmente pessoal. “E disse o Senhor: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores. E agora, eis que o clamor dos filhos de Israel é vindo a mim, e também tenho visto a opressão com que os egípcios os oprimem. Vem agora, pois, e eu te enviarei a Faraó para que tires o meu povo (os filhos de Israel) do Egito” (Ex 3.7,9,10). Depois de complicadas negociações, idas e vindas, mandos e desmandos de faraó, finalmente a viagem foi iniciada, mas isso era apenas o início da jornada do resto da vida daquelas pessoas e o primeiro passo daquela nação. “Assim partiram de Sucote, e acamparam-se em Etã, à entrada do deserto. E o Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os iluminar, para que caminhassem de dia e de noite” (Êx 13.20,21). Esta é também a minha história, e a sua e de todos os filhos de Deus. Todos, indistintamente fomos resgatados de um tipo de cativeiro que nos retinha e só por obra e graça de Deus, com mão forte mesmo, foi possível sairmos para a vida que efetivamente Deus tem para nós. Literalmente, o Egito foi é uma nação e um território político geográfico, mas espiritualmente, o Egito é uma condição de vida! Dadas estas verdades, NUNCA podemos esquecer de onde viemos e o preço que custou para sairmos de lá. Chamamos isso de “testemunho de vida.” Qualquer que seja a condição e o lugar que chegarmos, tudo começou em um lugar e em condição da qual não tínhamos como escapar por nós mesmos. Não é para lembrar os pecados e o cativeiro e seu sofrimento, mas é para celebrar o livramento, a salvação e nova vida, possível, graças a mão poderosa de Deus.

Senhor, já sabemos que é impossível a salvação sem a ação do Salvador e somos muito agradecidos pelo que Jesus fez lá na cruz. Reconhecemos nosso cativeiro sob o pecado e destino de destruição previsível à nossa frente; mas a tua mão é poderosa e assim nos libertaste das garras do pecado e do mal e nos transportaste para o reino do filho do teu amor. Obrigado por tão grande salvação. Obrigado, Espírito Santo por nos convencer do pecado, da justiça e do juízo e nos guiar a toda a verdade. Hoje, somos filhos, somos livres e cidadãos de um reino eterno. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s