Empoderamento Feminino?

Meditação do dia 2

Meditação do dia 24/12/2016

Is 4.1 “E sete mulheres naquele dia lançarão mão de um homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos do que é nosso; tão-somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio.           

Empoderamento feminino? – Quando criança, sem nenhum conhecimento bíblico, vi muitas vezes pessoas mais velhas, geralmente homens falarem, “que no fim dos tempos haveria sete mulheres para cada homem…” claro, uns se divertiam, outros esconjuravam, mas depois descobri que existe essa citação na Bíblia e provavelmente seja dela a torção para uma versão popular do que se tornou um provérbio ou adágio. Sou casado e temos duas filhas, já adultas e com três mulheres em casa não é nada fácil, imagina com sete? Haja coração! Na atualidade, uma palavra e uma filosofia que vem se popularizando e ganhando força é o “empoderamento feminino;” que não vou nem discutir, nem entrar em méritos quer do significado, quer da ideologia; mas estou me valendo da expressão até de forma divertida, para pensar em uma verdade bíblica séria, real e profética. Esse capítulo quatro de Isaías com apenas seis versículos, trata de assuntos tão atuais e alguns ainda futuristas, que só mesmo alguém muito criativo de mente e coração para desenvolver um enredo de um filme cinematográfico do gênero futurista de final feliz com alta tecnologia e de um mundo pacífico e bem sucedido com justiça social, ambiental, com total equilíbrio e bom senso, mas claro, o governo teria que ser Cristocentrico. Os três primeiros versos mostram um mundo em estado de perplexidade e de caos social, onde a melhor solução, não é nada do que sugere as ideologias atuais humanistas, mas a velha fórmula das veredas antigas de Deus, que o núcleo familiar forte e seguro. Não existe estrutura mais próximo da indestrutibilidade do que uma célula e nem mais maleável e com condições de adaptabilidade; e todos sabemos que a família sem foi e sempre será a Célula Mater da sociedade. Como disse Salomão: “Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele. O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou.” (Ec 3.14,15). Quando tudo desmorona, o caminho dos homens é voltar ao que já foi bom, estável e que funcionava… isso se chama família! Veja bem, isto está escrito, a mais de mil anos antes de Cristo e liberação feminina, direitos iguais e agora empoderamento feminino, são coisas do fim do século XX e início do XXI. Então Deus nunca teve problema com as mulheres trabalharem, terem independência financeira, dividir tarefas, liderarem e outras coisas mais, mas sempre dentro de princípios que resguardem e protejam a família, a estrutura humana de cada um, para maior produtividade e menor desgaste. Em tempos de guerras e com um contingente masculino maior e mais exposto, é natural que haja um desequilíbrio na proporção de homens e mulheres nessas sociedades, sendo que naturalmente já é maior o grupo feminino que o masculino. Nos três últimos versos do capítulo, aparece um mundo totalmente futurista em relação ao nosso presente e com um repeteco do sistema já adotado por Deus para proteger e preservar os israelitas quando da saída do Egito e da peregrinação no deserto, o uso da nuvem de dia e da coluna de fumaça e glória de noite, protegendo até dos efeitos atmosféricos nocivos à sobrevivência humana até a plena restauração de todas as coisas, como esboçado no plano de redenção. Estude isso, é interessante e edificante.

Obrigado Senhor Deus dos céus e da terra, porque em tempos de crises e catástrofes iminentes num mundo cada vez mais armado e hostil à paz e a boa convivência, a nossa confiança em ti é tudo de que precisamos e o suficiente para acalmar nossos corações, porque o Senhor é poderoso para guardar o nosso tesouro até o dia final. O Senhor continuará sendo o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na hora da angústia. Obrigado pelas tuas promessas que a seu tempo se hão de cumprir e aqueles que tem a ti serão recompensados com o bem e com a vida em Cristo Jesus, e é no nome dele que oramos e proclamamos, Maranata, ora vem, Senhor Jesus! Amém.

Pr Jason

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s