O Povo Que Conhece o Seu Deus

Meditação do dia 20/06/2017

 Dn 11.32 – E aos violadores da aliança ele com lisonjas perverterá, mas o povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas.

 O povo que conhece o seu Deus – Pela páginas das Sagradas Escrituras, o cristianismo não tem característica de religião, e sim de um relacionamento com Deus. Algo bem pouco citado na Bíblia é a tal da religião. Desde o Jardim do Éden, Deus se manifestava primeiro à Adão e depois com a chegada de Eva, ao casal e tinham um relacionamento de amizade, comunhão e muita afinidade. Os humanos sabiam que eram criaturas, criadas por aquele Ser que se revelava e com quem tinham vínculos e o obedeciam sem preocupação de quem mandava em quem e se obedecer seria um ato de inferioridade e de se deveria buscar a independência. Seguir instruções seria uma boa maneira de preservar as conquistas e o aprendizado; para quem tinha vida eterna e interagia com o Todo Poderoso, não havia porque não ser feliz desenvolver todo o seu potencial. Mas algo aconteceu e dali para frente, parece que tudo deu errado! A confiança deu lugar a desconfiança, a segurança perdeu para o medo e amizade foi substituída por uma relação formal e distanciada. Alguém criado à imagem e semelhança divina, agora produziria uma linhagem de descendentes à sua própria imagem, caídos e depravados e assim o caminho para o distanciamento estava sendo pavimentado. De lá para cá, não basta apenas estudar a história, podemos pegar um contexto mais imediato, o da nossa própria história e os círculos próximos de nós. Para a maioria, Deus está distante, e alguns chegam a duvidar de sua presença e outros de sua existência; alguns são tão indiferentes que até aceitam um possível fato de que Ele exista, mas que se desinteressou por esse pedaço do universo e essas criaturas, que estão à deriva, por conta própria; então é cada um por si e salve-se quem puder. Quando se fala em conhecer a Deus, já se pensa em pesquisa, consultar livros, manuscritos antigos, ver a opinião de renomados teólogos e suas teorias do absurdo e da conspiração; ou porque não, divisá-lo na criação e suas inúmeras possibilidades? Os hebreus antigos, cederam lugar aos judeus e israelitas modernos, que afiram uma teologia e uma história onde prevalece uma aliança entre o ancestral mais antigo da linhagem, Abraão, e assim eles detém os direitos de ser o povo de Deus e ter a Cidade de Deus, ter o Messias prometido, e os oráculos da verdade. O resto é resto! A igreja que biblicamente é o novo povo de Deus, a oliveira brava enxertada na original, para que os propósitos eternos do conhecimento de Deus abençoasse a todas as famílias da terra, também recebeu a visita do mesmo que visitou Adão e Eva no Jardim e ouviu de novo a promessa da maça importada, de poder e prestígio com independência e lá vamos nós de novo… Mas sempre há um remanescente fiel…”E da que coxeava farei um remanescente, e da que tinha sido arrojada para longe, uma nação poderosa; e o Senhor reinará sobre eles no monte Sião, desde agora e para sempre (Mq 4.7). O povo que conhece o seu Deus, será capaz de produzir feitos maravilhosos, porque o poder pertence a Deus e ele o distribui generosamente àqueles que o buscam e se consagram a servir a Deus e não servir-se a si mesmo ou aos seus caprichos e desejos egoístas. Jesus deixou isso muito claro momentos antes de retornar ao céu. Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra (At 1.8). Vendo a narrativa do capítulo onze inteiro de Daniel, transparece muito claramente que ainda veremos um rei poderoso no mundo, com linhagem hebraica, renegando a sua fé e a fé de seus pais e seus compromissos com o Deus verdadeiro ou qualquer Deus, comprando gente e distribuindo benesses para alcançar objetivos perversos. Mas o meia legal de tudo isso, é que está escrito que tudo o que tem que acontecer, terá que acontecer, porque está escrito e determinado. E este rei fará conforme a sua vontade, e levantar-se-á, e engrandecer-se-á sobre todo deus; e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas, e será próspero, até que a ira se complete; porque aquilo que está determinado será feito” (Dn 11.36). Voce, verdadeiramente conhece o seu Deus?

Pai, a menos que te reveles a nós, teremos apenas informações a teu respeito, pois és grande e inalcançável ao nosso entendimento. Obrigado por enviar-nos o teu santo Espírito para nos guiar a toda a verdade. Abra, o Pai, os olhos do nosso entendimento para verdadeiramente conhecermos a ti e assim servir de coração e alma, em espírito e em verdade; em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s