Adão e a Família Perfeita

Meditação do dia 12/10/2017

Gn 2.18 – E disse o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele.

 Adão e a família perfeita – Continuando ainda a pensar na família perfeita de Adão e Eva, queremos ver aspectos e situações que vieram com o crescimento e claro, com ele novos desafios, tal qual na sua e na minha família. 1. Crescimento e multiplicação – Os desafios vem na mesmo proporção. Gn 4 revela o desenvolvimento da família e os desafios que apareceram. Adão fora colocado no jardim do Éden para o lavrar e guardar. Caim, o primogênito era lavrador, como o pai. O primeiro do Agronegócio! Abel, se tornou pastor de ovelhas, o primeiro pecuarista global. O culto a Deus fazia parte da vida da família e os rituais foram ensinados os filhos. Quando Caim e Abel assumiram suas vidas e se apresentaram a Deus para culto, revelou-se o que havia no coração de cada um deles. A atitude distinguiu o espiritual do carnal, a espiritualidade da religiosidade. Abel foi aceito e Caim foi reprovado e não admitiu sua condição e rebelou-se. Hb 11.4 diz que “pela fé Abel ofereceu…” Fé sugere obediência a Palavra de Deus. Mesmo confrontado diretamente por Deus, Caim resistiu e tomou o caminho errado. O pecado precisa ser tratado nos moldes de Deus, que é redentor por natureza. O fim dessa página da história nos já conhecemos: (Homicídio premeditado, hediondo, sem chances de defesa, ocultação de provas, obstrução da justiça etc.) 2. Como foi a geração de Caim – Constituímos uma família com o objetivo de também perpetuá-la através das gerações seguintes. À cada geração, são lançados os alicerces para as próximas linhagens. Caim mudou-se para outra região e constituiu família. Cada pessoa reproduz conforme a sua semelhança; é o princípio da semente. (Gn 1.11,12,24,27,28) Caim era carnal, rebelde e criou uma família, longe de Deus e da influencia piedosa dos seus pais. Deve ter sido uma família implacável. Observemos esses pontos descritos na Bíbla: a. Caim edificou uma cidade em homenagem a seu filho Enoque. 4.17; b. Lameque, (5ª geração) aparece a bigamia, 4.19; c. Jabal (filho de Lameque) se tornou o pai dos pastores nômades. 4.20; d. Jubal (filho de Lameque) se tornou o pai dos músicos e instrumentistas. 4.21; e. Tubalcaim foi um mestre fundidor de metais e artesão. 4.22; f. Lameque confessa dois assassinados por motivos banais. 4.23. A genealogia de Caim desenvolveu-se baseada em habilidades pessoais e na capacidade fazer coisas materiais, para consumo e glorificação própria. A geração de Caim é caracterizada pelo materialismo e realização humana. Cada um se notabiliza e deixa seu nome na história, como “o pai de alguma coisa.” A primeira civilização, que pereceu no juízo do dilúvio, foi Cainita em origem destino e caráter. Gn 4.16-22 registra os muitos elementos dessa civilização – vida de cidade e do campo, e o desenvolvimento das artes e manufaturas. Mas eles deliberadamente excluíram Deus dos seus pensamentos. (lembre das palavras atrevidas de Lameque – 23,24). A civilização cainita talvez fosse tão esplendida quanto à da Grecia ou Roma, mas o juízo divino é de acordo como estado moral e não material. Nenhum traço dessa civilização tão avançada ainda se encontrou, nem se conhece a sua localização geográfica (Dr. C.I.Scofield). 3. Como foi a geração de Sete – Adão e Eva tiveram um terceiro filho, (Sete) tido como outra semente no lugar de Abel. O nascimento de Enos, neto de Adão marcou o início do culto a Deus. Passaram a invocar a Deus. A nova geração de Adão se estabeleceu baseado no culto a Deus. Uma geração marcada pela adoração, culto verdadeiro ao verdadeiro Deus. Gn 5.21-24 – Enoque (7ª geração) Andou com Deus e foi arrebatado. Foi o Pai de Matusalém, o recordista de idade entre os homens (969 anos). A nova geração de Adão não deixa marcas pessoais, pois está centrada em Deus, e é Ele que realiza todas as coisas; Assim a fama, a honra e glória são para Deus. Essa é a geração da fé, da espiritualidade, da dependência de Deus. É a geração do povo que invoca a Deus! Se há alguma coisa que se pode dizer que essa nova geração de Adão se notabilizou, foi pela geração de filhos. “…viveu tantos anos e gerou filhos e filhas…” Daí podemos chegar a alguma conclusão: Muitos filhos e filhas são o grande sonho de Deus. Ele sempre quis ter uma grande família, com muitos filhos para experimentar e desfrutar suas promessas e riquezas. Numérica, natural e materialmente a terra já está cheia, desenvolvida e até saturada de pessoas, mas Deus quer uma geração de “filhos que o adorem e invoquem.” Esse é o papel da igreja “a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido para proclamar as virtudes daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz” (I Pe 2.9). Minha família e a sua,  hoje descende de Adão, mas segue qual genealogia? De Caim ou de Sete? Somos a geração que faz coisas ou invocamos a Deus que faz todas as coisas?

Pai, graças de damos por sermos o teu projeto que deu certo em Cristo Jesus. Podemos seguir os modelos da tua palavra revelado e testemunhado por famílias que andaram contigo e foram bem sucedidas. O desejo do nosso coração é ser verdadeiros adoradores do verdadeiro e único Deus. A família começou no teu coração e ainda hoje não é diferente. Obrigado por nos sustentar e permitir prevalecermos contra todas as hostes que lutam contra o teu senhorio e os teus propósitos. Em nome de Jesus, oramos, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s