Enos – Começaram a Invocar a Deus

Meditação do dia 12/12/2017

Gn 4.26 – “E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do Senhor.”

Enos – Começaram a invocar a Deus – Com exceção do próprio Deus, tudo neste mundo (e noutros também) tem começo. Em algum lugar, em algum tempo, por alguma razão, algo começou a ser feito. Muitas destas coisas podem ter sido abandonadas, outras modificadas e outras aperfeiçoadas, mas no dizer do sábio Salomão, tudo tem o seu tempo e propósito. “Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu” (Ec 3.1). Entendamos que o registro sagrado dos fatos que começaram a ocorrer após o nascimento de Enos, não significa que até então as pessoas não oravam a Deus, ou não o cultuavam. Isso sempre foi feito; Adão e Eva tinham uma estreita relação com o Criador desde a sua criação e isso foi mantido e cultivado por um bom tempo, até a entrada do pecado em suas vidas. Aqui, se trata da invocação a Deus de forma pública, sistemática e metódica. Digamos que iniciou-se aqui o cerimonialismo. Uma vez que a sociedade humana esta se desenvolvendo e o número de pessoas ia crescendo, alguém viu a necessidade de criar uma sistemática, para evitar uma confusão e possivelmente a profanação ao nome e à santidade de Deus. Eles já haviam experimentado um dissabor, no episódio de Caim e sua oferta e a consequente tragédia familiar. Provavelmente o patriarca Adão, instituiu uma forma mais adequada de transmitir para cada geração, uma maneira adequada e respeitosa de buscar a Deus. Também, se via que a cada nova geração, as informações da criação e do relacionamento de Deus, se tornava mais distante e teórico, pois eles apenas recebiam informações, mas era necessário terem uma experiência pessoal com o Criador, que ainda se manifestava amorosamente a eles. A tradição da transmissão oral da cultura e do conhecimento era o elemento principal do ensino-aprendizado; então requeria-se a experimentação e a repetição constante, para não apenas fazer, mas entender o que se está fazendo e porque se faz. Conhecemos isso com mais ênfase no Novo Testamento, com o ministério de Jesus, discipulando pessoas e comissionando-as para saírem praticando sob sua autoridade. Na proclamação do Evangelho, é nos dito e ensinado e devemos crer de coração na importância de se invocar o nome de Deus, pois aí está o caminho da salvação. “Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas” (Rm 10.13-15). Só para nossa edificação, há outras indicações na Palavra de Deus, que nos leva a prática da invocação divina e que são muito salutares. “E invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei, e tu me glorificarás” (Sl 50.15). “Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração” (Jr 29.12,13).

Senhor, meu Deus, obrigado pela graça de podermos comparecer diante do teu trono e apresentar a nossa causa. Obrigado pela assistência que o teu Espírito Santo nos dá, porque nem sempre sabemos orar como convém, por isso ele intercede por nós. Seja sempre louvado e engradecido o teu nome, de eternidade a eternidade entre os teus filhos, comprados por precioso preço, no sacrifício de Jesus, nosso senhor, em nome de quem oramos com gratidão, amém.

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s