Enoque – O Homem do Ano

Meditação do dia 13/12/2017

Gn 5.23 – “E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos.”

Enoque – o homem do ano – Enoque, um homem notável para o seu tempo e muito além dele. Entre homens que viviam muitos séculos, alguém viver menos de quatro, era de fato, partir ainda muito jovem deste mundo. Mas Enoque é exceção em praticamente tudo.  Num mundo onde o pecado ia crescendo proporcionalmente ao mesmo nível que a população, alguém se destaca por uma vida piedosa e de comunhão com Deus, merece toda a nossa atenção e simpatia. Foi um homem como os outros, que nasceu, teve infância, adolescência, juventude e vida adulta com responsabilidades como todos os demais, casou-se, teve filhos e filhas como todos os demais. Mas o coração e a vida de Enoque tinha inclinações diferentes dos demais, até mesmo entre a linhagem de piedosos que serviam a Deus. Esse amado de Deus, digamos, se especializou em comunhão e intimidade com Deus, que é descrito como alguém que ANDOU com Deus! Não se tratava de crer em Deus, pois muitos criam; não se tratava de cultuar a Deus pois também muitos o faziam; não se tratava de orar e buscar a Deus, porque ele aprendera isso de alguém, fazia isso junto com outras pessoas. O que então o diferenciava dos demais homens? Se vocês estão esperando que eu diga, exatamente a resposta certa, estão me supervalorizando, e com toda a certeza e temor de Deus, não tenho esse calibre ainda, mas o meu coração admira e tem sede de aprender com quem sabe, e Enoque sabe, porque ele fez. Sabemos que cada um de nós, é especial e amado por Deus, sem distinção alguma e que o Deus a quem servimos não faz acepção de pessoas e nem prefere um em detrimento de outro; podemos estar certos de que na individualidade de cada um, o Senhor encontra mais ou menos espaço, mais ou menos resistência. Cada um de nós percebe verdades espirituais com rapidez diferente e respondemos aos apelos e anseios do nosso coração atraído pelo Espírito de Deus, em níveis pessoais. Olhando os homens de Deus nas páginas das Sagradas Escrituras, podemos nomear listas grandes de pessoas piedosas e verdadeiramente espirituais e cada uma delas com um timbre diferente. Homens mansos de coração e vida comedida; homens valentes e guerreiros; homens de ação; homens de oração; pessoas radicais no quebrantamento, no jejum e consagração; homens zelosos pela lei e cerimonias e homens caridosos e generosos, de forma que a comunhão com Deus toma uma dimensão multicolorida. Mas em comum tinham andar com Deus e não abrir mão de agradá-lo. Enoque viveu trezentos e sessenta e cinco anos, um ano correspondendo a cada dia, daí eu chama-lo de “o homem do ano.” Ele viveu pouco em relação aos demais? Ele viveu o suficiente ou pela sua conduta, ficou aqui até demais? Mas o que conta mesmo é o legado que deixou; como será comigo e contigo!

Pai, andar com o Senhor é um desafio dos mais agradáveis, pois é preciso ter concordância contigo e com tua santidade. Obrigado, pelo privilégio de poder ser aceito na caminhada rumo à eternidade. Em nome de Jesus, amém.

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s