O Pai de Abrão

Meditação do dia 09/02/2018

E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali. (Gn 11.31)

O Pai e Abrão – Nós gostamos de famílias e elas tem influencias fortes e poderosas na vida da sociedade como um todo. Ainda que seja um “ilustre desconhecido” a figura do pai e sempre importante. Podemos saber pouco ou quase nada sobre esse distinto senhor chamado Terá ou Tera, dependendo da versão da sua Bíblia; mas ele foi o pai de Abrão que veio a se tornar o patriarca da fé, um amigo de Deus e sobre a sua figura se sustenta os pilares das três maiores religiões do mundo atual. Iremos escrever vária meditações sobre a pessoa, a vida e o legado de Abrão; mas quero prestar minhas reverencias esse senhor, ainda que pouco sei sobre ele. Uma coisa que me chama a atenção sobre ele, é que ficou registrado que ele teve três filhos e um deles morreu ainda muito cedo, provavelmente casado de pouco tempo e deixou um filho pequeno que foi criado pelo avô. Muitas pessoas se identificam com essa situação, seja como sendo o avô que precisa assumir uma neto para criar ou alguém que foi criado pelos avós. De uma forma ou outra isso afeta e influencia a vida de ambas as pessoas e suas famílias. Outro detalhe que observo é que fica descrito a intenção dele de ir embora de sua terra natal, Ur dos caldeus (região onde está hoje o Iraque), e ir para Canaã (atual palestina, Israel, Líbano). Mas ele não conseguiu seu intento, pois acabou por fixar residência em Harã, ainda ali na região entre os dois pontos mencionados antes. No texto que narra a sua viagem de Ur dos caldeus, não cita a presença de seu outro filho, Naor, mas apenas Abrão e o neto Ló, filho do falecido filho Harã. Por conta e risco próprio, eu presumo que Naor já havia migrado para Harã; e daí o interesse do pai ir para Canaã e por alguma circunstancia parou em Harã e acabou ali se estabelecendo até os dias de sua morte. (Anos mais tarde quando Abraão busca uma esposa para seu filho Isaque, ele o faz enviando um servo para Harã, na casa de Naor onde encontra Rebeca (Gn 24).) O que provavelmente lhe ocorreu, foi estar em sua terra natal Ur, com apenas dois filhos e veio a perder um deles e “se” Abrão já tinha alguma intenção de ir para Canaã, ele se viu na iminência de ficar sozinho e preferiu acompanha-lo na viagem. Outra coisa que observo e que a intenção dele não se concretizou, ele não chegou a Canaã. Ele pode ter gostado de Harã e adotado o local para se estabelecer e de fato o fez e o registro é que Abraão foi chamado por Deus ali e saiu com um patrimônio considerável adquirido ali. Há pregadores que insistem que a chamada era de Abrão, e o pai estava indo de contra-peso, uma bagagem extra e Harã serviu de lugar de separação e quebra de vínculos desnecessários  para o crescimento da fé do relacionamento de Deus com Abrão. Pensando em vocação e consagração pode fazer sentido pois a vocação é sempre individual e personalizada, e nem sempre os parentes e familiares entendem ou cooperam para que os projetos de Deus aconteçam. Familiares estão sempre mais preocupados com o status, o bem estar e a prosperidade material mesmo que isso sacrifique a vida de fé. Ninguém gosta de ser identificado como parente ou familiar de um “fracassado” ou “fanático religioso” que largou tudo para ser um missionário ou…. Você conhece ou já iniciou uma caminhada em direção a uma visão e por alguma razão parou, desistiu, ficou inviável? Era um projeto de Deus no seu coração, ou um projeto do seu coração ou cabeça e forçou a barra para que acontecesse? Em termos de fé, Canaã é um alvo a ser atingido, alcançado e conquistado.

 

Pai celeste, graças te rendemos por vidas e famílias que saíram para realizar sonhos ou missões dadas por ti e chegaram, trabalharam e consolidaram a tua vontade como era a tua intenção. Obrigado por aqueles que não desistiram e nem abriram mão de servirem e serem fiéis ainda que sem a aprovação familiar, social e até mesmo da igreja onde serviam. Nosso compromisso primário é contigo e com tua Palavra, sob orientação do Espírito Santo. Somos enviados e seremos cuidados por ti e por tua graça. Em nome de Jesus. Amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s