Quem Está te Fazendo Bem?

Meditação do dia 23/02/2018

E fez bem a Abrão por amor dela; e ele teve ovelhas, vacas, jumentos, servos e servas, jumentas e camelos. (Gn 12.16)

Quem está de fazendo bem? – Em termos espirituais só há dois caminhos: Um largo e outro estreito. Só duas portas: uma larga e outra estreita e só dois modos de proceder: O certo e o errado. Só há dois lugares na eternidade: No céu com Deus ou no inferno com o que ronca e fuça. Nos provérbios de Salomão ele disse algo muito interessante sobre riquezas e confere com o pensamento que iniciei essa meditação: A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores (Pv 10.22). Posso inferir desse texto que há duas maneiras de se adquirir riquezas e prosperidade material: Com a bênção do Senhor ou sem a bênção do Senhor. Prosperando com a bênção do Senhor não sobrevém dores e pesares, peso na consciência e insegurança interior, porque a origem de tais bênçãos são legítimas e puras e as marcas deixadas são de alegria e de favor aos que cooperaram e ajudaram a produzir tais riquezas. Sem a bênção do Senhor o mais provável é que a origem e os meios nem sempre são legítimos e quando são legais, nem sempre são morais e espiritualmente aprovadas por Deus. O rastro deixado é de ruínas, vítimas e pessoas exploradas e abusadas e deixadas para trás em pior estado do que se não tivessem se envolvido em tais empreitadas. Há uma frase de efeito muito citada por preletores e pregadores de assuntos familiares que afirma que “nenhum sucesso vale o fracasso do lar.” Olhemos bem a verdade sobre a situação em que Abrão se envolveu com sua família; ele foi chamado por Deus para ser bênção e abençoador para todas as famílias da terra e Deus seria com ele e o protegeria onde quer fosse. Mesmo ciente do chamado e da responsabilidade ministerial, ele foi para o Egito e agiu como se não estivesse inda a serviço de Deus, mas agiu como um homem natural, fazendeiro, preocupado com a economia e a manutenção do seu patrimônio. Para salvar a pele falsificou sua condição familiar e diga-se de passagem, com o consentimento da companheira de vida e de ministério. Geralmente a esposa é o ponto equilíbrio e sensatez do casal e arrasta o marido de volta para fazer o que é certo e que é a maneira habitual de conduta da família. Mas Sarai embarcou, sei lá, quem sabe ludibriada pelos elogios de lindona e desejada por todos e até do rei; fato é que assumiram uma identidade enganosa e com isso choveu riquezas. Faraó abriu os cofres e as porteiras e o missionário de Deus estava se tornando o rei do gado. A que preço? Toda vez que ele chegava nos currais e estábulos e via tudo aquilo que caiu do céu, de graça e ainda sou protegido do rei do lugar, que outros pensamentos vinham a sua cabeça? Foi para isso que fui chamado? A esposa que vai gerar uma descendência abençoadora está refém de um rei que tipifica o mal e o seu reino tipifica o mundo sem Deus! É isso que quero para minha vida? É até fácil meter a boca em Abrão e Sarai, mas e os milhares de cristãos que sacrificam suas famílias buscando riquezas e prosperidade em situações duvidosas, perigosas, estranhas e arriscadas tipo um deles ir para o exterior e ficar lá por anos e anos, expondo-se a si mesmo e a outra parte da família ao perigo, a imoralidade, e quantos desses não termina em divórcio, infidelidade, distanciamento afetivo, perda da convivência e da responsabilidade de criar os filhos. Tudo por uns trocados à mais. Quantos mentem, falsificam documentos e até forjam casamentos só para conseguir entrar ou permanecer em algum país. Quantos entram ilegalmente, vivem fugitivos da justiça e ainda tem aqueles que perdem a vida nessas tentativas. Deus pode nos sustentar aqui e em qualquer lugar do planeta e até fora dele. Podemos perder a bênção da vida prometida tanto aqui como fora. Quem nos chamou e nos fez a promessa é fiel e capaz de fazer infinitamente mais do que pedimos ou pensamos. Qual a origem da prosperidade da sua vida atual? Isso condiz com o seu chamado e as promessas do Senhor para você e para mim? O que você está sacrificando por uns trocados à mais?

 

Senhor, ilumina-nos no dia de hoje para pensarmos com pensamentos de homens de Deus, famílias do Senhor, com um chamado e uma vocação que vai muito além de conforto e bens materiais. Nunca faltou nada para aqueles chamados e enviados por ti que viveram segundo os teus preceitos. Talvez precisemos de mais fé ou mais obediência, mas o fato é que só com uma revelação do Espírito Santo e um discernimento muito preciso, poderemos nos converter desse modo mundano de ver a vida e desejar nos equiparar com os demais. Tenha misericórdia de mim e dos meus irmãos que entraram por esses caminhos e agora está difícil voltar. Em nome de Jesus, salva-nos desses caminhos de destruição. Amém.

 

Pr Jason

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s