Sara na Cozinha

Meditação do dia 12/08/2018

 E Abraão apressou-se em ir ter com Sara à tenda, e disse-lhe: Amassa depressa três medidas de flor de farinha, e faze bolos.”  (Gn 18.6)

 Sara na Cozinha – Lugar de mulher é na cozinha? Biblicamente falando, lugar de mulher é ao lado do marido, da família, da nação, do reino de Deus, em missões, na igreja e onde mais Deus enviar. As conveniências humanas e culturais limitaram ou delimitaram espaços para isso e para aquilo, para esse tipo de pessoas, para esse nível de idade e tantos outros limites que todo mundo ficou limitado. Não defendo e não fico debaixo de nenhuma bandeira, exceto uma: E Moisés edificou um altar, ao qual chamou: O SENHOR É MINHA BANDEIRA (Ex 17.15). Já escrevi antes, que o nosso trabalho é também o nosso ministério; o nosso lugar de trabalho é o nosso campo missionário. Todos os nossos dons naturais, habilidades e capacidades são dons de Deus a nós confiados para nos realizarmos como pessoas e levantar o nosso sustento e a fonte número um da nossa prosperidade. Todo trabalho é dignificante e deve ser feito com gratidão e prazer porque faz parte do nosso culto e da nossa mordomia responsável. Servir com nosso trabalho e habilidades é uma bênção. Amei esse texto e até escrevi uma meditação sobre esse mesmo versículo falando sobre Abraão e agora o faço sobre
Sara; porque tem aqui oportunidade de edificação legítima e espiritual. Por um lado, vemos uma situação de emergência e onde se faz necessário o improviso e acima de tudo a colaboração de todos para um bem maior. O casal da fé recebeu uma visita inesperada e precisava providenciar uma refeição digna e rápida e então senhores e servos, empregados e patrões se puseram a trabalhar em harmonia e o objetivo era suficiente para ninguém se impor ou importar com a “posição social.” Sara, a fina senhora, de rara beleza e esposa do homem de negócios e senhor de muitas pessoas de serviços, foi para a cozinha fazer bolos e pães, certamente ajudada por servos e servas; Abraão foi para o curral ajudar no abate e preparo de carnes para servir o quanto antes e ainda fazer o dever de casa como bom anfitrião. O texto Provérbios 31.10 à seguir, escrito pelo rei Salomão, que descreve uma mulher virtuosa, aponta uma senhora, esposa, mãe, amiga, empreendedora, criativa, benemérita e aplaudia por familiares, amigos e conhecidos. Ela ainda hoje, botaria muita gente boa no chinelo, em termos de liderança, capacidade e desenvoltura, sem tendência alguma de ser rotulada para qualquer dos extremos de desculpas esfarrapadas que encontramos por aí. Outro detalhe, muito importante, que infelizmente está incrustrado no mais íntimo da cultura brasileira e que é antibíblica e prejudicial para a bênção de Deus na vida das pessoas. Historica e ideologicamente, adotou-se a filosofia de que o trabalho é um castigo, uma espécie de maldição e que se deve evitar ou se livrar-se dele o quanto antes. Querem ficar ricos “para nunca mais trabalhar na vida!” preste atenção nas entrevistas da população nas portas das lotéricas quanto a mega sena está acumulada e veja os planos de onde em cada dez entrevistados. Não é à toa que o verso predileto dos brasileiros no hino nacional é: “deitado eternamente em berço esplendido, ao som do mar e à luz do céu profundo!” O trabalho veio antes do pecado e foi dado ao homem para desenvolver suas habilidades e capacidades e suprir honestamente suas necessidades e administrar o que Deus lhe confiou. Deus trabalha até hoje, Jesus também trabalha e o povo de Deus é estimulado a ser diligente, laborioso, inovador, progressista, criativo e inventivo. Irmãs e irmãos, o fato de terem muitos bens ou renda, não justifica a ociosidade e má gestão. Alguém nasce rico, mas não preguiçoso e pessoas podem crescer e atingir níveis inimagináveis pelo trabalho, estudo, diligencia e boa administração do que Deus lhe confia. Sara, botou a mão na massa, literal e figuradamente. As pessoas a quem Deus chama e confia grandes responsabilidades na totalidade são trabalhadoras, estão sempre ocupadas e sempre disponíveis a servir.

Pai, obrigado pela oportunidade de trabalhar e servir. Graças pelos dons e habilidades, para que a igreja seja edificada pelo ministério de cada um dos irmãos, servindo nos limites de suas vocações. A igreja do Senhor Jesus, não se apega a bandeiras, rótulos ou causas que denigrem a imagem e a semelhança do Senhor com a qual fomos criados. Reconhecemos que os teus planos e propósitos são perfeitos para todos e juntos faremos mais e melhor. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s