De Olhos Abertos

Meditação do dia 24/09/2018

 “E abriu-lhe Deus os olhos, e viu um poço de água; e foi encher o odre de água, e deu de beber ao menino.”  (Gn 21.19)

 De Olhos Abertos – Agar estava chorando, desesperada, sentada no chão e olhando para o que não queria ver e não gostaria de ver. Só por isso já podemos dizer que ela estava com o foco errado. Onde ela concentrou seu olhar e sua atenção era onde estava o problema e não onde estava a solução. O problema ela já conhecia, já sabia sua dimensão e os danos que ele provocaria em sua vida pessoal e nos sonhos que ela alimentara no coração, sonhos esses, dados por Deus, concebidos em oração e angústia espiritual. Os meus problemas também eu conheço, eles me assustam e para muitos deles eu estou consciente de que não tenho as soluções e respostas. Acredito que vocês também. Então por que continuamos focados nos problemas? Porque somos humanos! Para andar acima disso, é preciso andar pela fé, porque aí são caminhos mais altos que os nossos, oriundos de pensamentos mais elevados que os nossos. Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos (Is 55.8,9). Deus abriu os olhos de Agar para ver o que até então ela não vira. Uma fonte de recursos que se exercido a fé no tempo certo, teria produzido alegria e contentamento. Como tantas vezes eu já pensei: O poço não estava ali antes! Pode ser. Mas o mesmo Senhor que fez esse poço surgir agora, já poderia também tê-lo deixado antes, porque para ele isso não faria nenhuma diferença. Agar era quem estava com os olhos fitos noutra direção e a cabeça voltada para as soluções que não resolveriam. As experiências dessas revelações são muito coerentes nas Escrituras. Somente quando a pessoa volta sua atenção para aquilo que Deus está fazendo ou atenta para a Palavra de Deus e escuta o que ele diz, é que se torna revelação de fato para ela e para nós. Moisés ficou olhando por um bom tempo para a sarça ardendo, até que tomou a iniciativa de ir ver de perto; foi então que Deus falou com ele e revelou todo o projeto da libertação do povo. Os magos do oriente seguiram a estrela até onde ela desapareceu e eles se viram na obrigação de consultar as Escrituras, que deu as pistas de onde seria e de novo a estrela apareceu. Fecho hoje, com um dos meus textos prediletos para orar a Palavra: Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação; tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos (Ef 1.17,18).

 

Obrigado, Senhor, por abrir os meus olhos para contemplar as maravilhas da tua lei e as excelentes revelações do teu amor. Mantenha-nos focado na tua verdade e nos propósitos que nos foram dados, porque a tua Palavra é infalível. Abra, ó Senhor os nossos olhos, para vermos o que precisamos e não que queremos. Em nome de Jesus, amém.

 

Pr Jason

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s